Mulher morde agente da PSP durante detenção por violência doméstica

Desde o início de Março, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP já deteve 24 homens e mulheres por crimes de violência doméstica.

Foto
Rui Gaudencio

Uma mulher foi detida na sexta-feira pela PSP da Amadora por suspeita de um crime de violência doméstica e por resistência e agressão a um agente da polícia quando estava a ser algemada. Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública explica que a mulher de 20 anos foi detida por elementos da Divisão Policial da Amadora.

Após informação de que estariam a decorrer agressões no interior de uma residência na freguesia da Falagueira-Venda Nova, os agentes daquela divisão deslocaram-se para o local, verificando que a suspeita já se encontrava a abandonar a residência. Segundo a PSP, quando abordada, a mulher tentou a fuga, e ao ser agarrada resistiu com cotoveladas e empurrões, tendo ainda exibido uma faca que trazia escondida à cintura. Os agentes conseguiram retirar a faca mas, no momento em que estava a ser algemada, a mulher voltou a oferecer resistência, mordendo um elemento da PSP na zona da canela.

A PSP contactou depois a vítima de violência doméstica, uma mulher de 24 anos, companheira da suspeita, verificando que esta tinha sido agredida com murros, asfixiada e ameaçada com uma faca.

De acordo com a PSP, a suspeita foi presente no próprio dia no Tribunal Judicial da Comarca de Sintra, ficando sujeita a uma medida de coação não privativa da liberdade.

Desde o início do mês de Março, o Comando Metropolitano de Lisboa já deteve 24 homens e mulheres pela prática do crime de violência doméstica. 

Sugerir correcção