Selecionador de râguebi quer vencer “final” na Holanda

A selecção portuguesa de râguebi viajou quinta-feira para a Holanda, onde disputa, no sábado, o “jogo mais importante” no Rugby Europe Trophy de 2019.

Foto
Miguel Manso

A selecção portuguesa de râguebi viajou quinta-feira para a Holanda, onde disputa, no sábado, o “jogo mais importante” no Rugby Europe Trophy de 2019, o segundo escalão continental, com excepção do Torneio das Seis Nações.

“É a nossa final, porque é contra a melhor equipa que vamos enfrentar este ano", assumiu à Lusa o seleccionador nacional, Martim Aguiar, antes de embarcar rumo a Amesterdão.

“A Holanda tem um râguebi diferente das outras selecções, mais positivo, mais aberto e tem evoluído muito nos últimos anos", analisou o técnico português, ciente de que “uma vitória de Portugal abre as portas dos “play-offs” de subida, embora ainda fiquem a faltar três jogos”.

Por isso, Martim Aguiar quer a selecção nacional “preocupada consigo própria e focada em colocar em campo aquilo que sabe e que trabalhou ao longo da semana”.

“Gostamos de assumir o nosso favoritismo, mas sabemos que fora de casa as diferenças esbatem-se", alertou o treinador, apontado outros factores de motivação do adversário: “Também é uma final para eles e será o primeiro jogo televisionado na Holanda, mas gostamos deste tipo de pressão e vamos com muita confiança para ganhar, pois este é daqueles encontros que todos querem jogar", assumiu.

A Holanda lidera o Rugby Europe Trophy de 2019, com nove pontos e duas vitórias noutros tantos jogos disputados, enquanto Portugal segue no terceiro lugar, com cinco pontos conquistados no triunfo por 65-5 sobre a Polónia, em 16 de Fevereiro, no único encontro que já disputou na presente edição da prova.