Nelson Garrido
Foto
Nelson Garrido

Parque de Serralves vai ter percurso elevado ao nível da copa das árvores

O Tree Top Walkway é um projecto dos arquitectos Carlos Castanheira e Álvaro Siza Vieira. "Novos e diferentes formatos de fruição permitirão uma abordagem diferente à relação com a natureza."

A Fundação de Serralves, no Porto, vai criar um percurso elevado ao nível da copa das árvores para permitir uma "experiência impactante" de observação da biodiversidade do parque, num projecto dos arquitectos Carlos Castanheira e Álvaro Siza Vieira. A implementação do Tree Top Walkway terá "forte impacto ao nível da sensibilização ambiental e do respeito pela conservação da natureza, património natural e na comunidade científica, a nível nacional e internacional".

A iniciativa surge no âmbito de um protocolo de colaboração técnica e financeira assinado na última sexta-feira, 1 de Março, entre a Fundação de Serralves e o Fundo Ambiental do Estado Português, na presença do ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes.

"Serralves, que este ano celebra 30 anos de existência, reforça assim a sua missão de promoção e valorização do património natural e cultural, inovando na dinamização de acções de sensibilização ambiental e fomento da ciência e na sua relação com diferentes tipos de públicos — público em geral, comunidade educativa e científica", sustenta a fundação.

Segundo salienta, "novos e diferentes formatos de fruição permitirão uma abordagem diferente à relação com a natureza", sendo já disso exemplo "os tree walks [caminhos nas árvores] existentes em alguns dos mais relevantes parques e jardins do mundo".