Emiliano Sala desaparecido em viagem entre França e País de Gales

Jogador que começou a carreira profissional em Portugal será um dos dois ocupantes de um avião que desapareceu na noite de segunda-feira.

Sala foi contratado no fim-de-semana pelo Cardiff City
Fotogaleria
Sala foi contratado no fim-de-semana pelo Cardiff City Reuters/STEPHANE MAHE
Fotogaleria
Imagens da navegação que procura por possíveis destroços do avião onde ia Emiliano Sala LUSA/DECLAN GAUDION / RNLI / HANDOUT
Fotogaleria
Adeptos do Cardiff City começam a prestar homenagem ao jogador recém-contratado Reuters/REBECCA NADEN
Fotogaleria
Reuters/REBECCA NADEN
Fotogaleria
Reuters/REBECCA NADEN
Fotogaleria
Reuters/REBECCA NADEN

O jogador de futebol argentino Emiliano Sala será um dos dois ocupantes de um avião bimotor que desapareceu esta terça-feira num voo entre França e Cardiff, no País de Gales.

Pelas 17h00 (hora local) a polícia suspendeu as buscas devido à pouca luz que se faz durante a noite. Durante mais de 15 horas de buscas em milhares de milhas, as autoridades encontraram objectos a flutuar, mas não os relacionam com o desaparecimento da aeronave.

Emiliano Sala, de 28 anos, foi contratado aos franceses do FC Nantes pelo Cardiff City no sábado e era esperado na capital galesa na noite de segunda-feira.

Os responsáveis do clube galês disseram esta terça-feira que estão "muito preocupados", indicando que Sala será mesmo um dos dois ocupantes do avião. A equipa gaulesa tem adiada a partida de amanhã, para a taça da liga francesa, contra o Entente Sannois-Saint-Gratien, do terceiro escalão, disse a federação francesa de futebol.

"Não acredito que haja alguma hipótese de eles ainda estarem vivos neste momento", diz o chefe das operações de salvamento da Channel Islands Air Search John Fitzgerald​ à SoFoot. "Se o avião caiu de facto na água, então tenho de dizer que não acredito que estejam vivos. Fui nadar outro dia para estas águas e aguentei três minutos, é excessivamente frio. Uma pessoa submersa provavelmente não sobreviveria mais do que uma hora. O que procuramos primeiro é a aeronave. Se o avião realmente caiu no mar, temos que prestar atenção aos objectos à superfície. Se explodiu no ar - o que não deve ser excluído por uma razão ou outra - então encontraremos restos no solo. Mas os radares perderam o contacto com o avião a noroeste de Alderney, vinte e quatro quilómetros a norte da ilha de Guernsey. Se eles tivessem desembarcado em algum lugar monitorado, o tráfego aéreo teria sido informado", explicou o operacional de socorro.

O presidente do Nantes admitiu ao canal francês CNews que não sabia que Sala estava na cidade de Nantes. "Acho que ele queria mesmo despedir-se de todos os colegas. Ele é um rapaz muito correcto e adorável, respeitado por todos", elogiou Waldemar Kita. "Não sabemos de nada, mas espero que o encontrem", lamentou.

O pai do futebolista também já se manifestou sobre o desaparecimento de Emiliano Sala. "Estava a trabalhar e não posso acreditar. Estou desesperado. Não sei o que pode ter acontecido. Oxalá haja boas notícias. Avisem a minha família, que não sabe de nada", revelou ao canal argentino C5N, citado pelo diário espanhol Marca.

As buscas estão a decorrer e as autoridades dizem que na altura do desaparecimento as condições climatéricas não eram más.

"Havia alguma chuva, mas nada de muito intenso. E a velocidade do vento também não era má, entre 25 e 30 quilómetros por hora", disse o instituto de meteorologia britânico, citado pela BBC.

A polícia de Guernsey-Alderney informou nas redes sociais que há dois helicópteros, dois aviões e um barco a fazer buscas. Trata-se de uma região no Canal da Mancha. "O avião partiu de Nantes às 19h15 e voava a cerca de 1.500 metros de altitude. Quando passava sobre Guernsey pediu para baixar. A torre de controlo de Jersey perdeu o contacto com o avião quando este estava a uns 700 metros de altitude", comunicou.

Emiliano Sala tem sido um dos jogadores em destaque nos últimos anos na Liga francesa e foi contratado no fim-de-semana pelo Cardiff City, por 15 milhões de libras (17 milhões de euros) — um recorde para o clube galês.

Sérgio Conceição mostrou solidariedade para com o jogador nas redes sociais. "Se existissem milagres, eu pedia um agora", afirmou. "Um grande jogador, um grande homem no campo e na vida. Dedicação e determinação incríveis". Emiliano Sala foi orientado pelo actual técnico do FC Porto no Nantes na época 2016/17.

O avançado argentino, que era o 3.º melhor marcador da Liga francesa, começou a carreira profissional no FC Crato, de Portalegre.