Operação Ano Novo: GNR já deteve 311 pessoas por condução com excesso de álcool

Outras 76 pessoas foram detidas por condução sem habilitação legal. Operação termina esta quarta-feira.

Foto
José Coelho/LUSA

Entre 28 de Dezembro e as 8h de 2 de Janeiro, a Guarda Nacional Republicana (GNR) detectou 940 condutores com excesso de álcool. Desses, um terço tinha uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 /l pelo que foram detidos. Outras 76 pessoas foram detidas por conduzirem sem habilitação legal.

O balanço da GNR sobre a operação Ano Novo dá ainda conta de 8592 contra-ordenações rodoviárias: quase metade (3253), por excesso de velocidade; 446 por falta de inspecção periódica; 370 por falta de cinto; 283 por anomalias na  iluminação e sinalização; 240 por uso indevido do telemóvel; 216 por falta de seguro. 

Nos últimos seis dias, mais de 3000 militares da GNR fiscalizaram 33.908 condutores.

A operação Ano Novo termina no final desta quarta-feira. Até lá, a GNR faz saber que vai continuar a focar-se em infracções como a condução sob influência de álcool ou substâncias psicotrópicas, excesso de velocidade e manobras perigosas.