"Hat-trick" de Bale coloca Real Madrid na final

O internacional gales marcou os três golos dos espanhóis contra o Kashima Antlers. Na final, os madridistas vão defronta o Al Ain.

Foto
Reuters/ANDREW BOYERS

Os japoneses ainda mostraram atrevimento nos primeiros minutos, mas sem grandes sobressaltos o Real Madrid garantiu nesta terça-feira a presença na final do Mundial de clubes, onde no próximo sábado vai defender o título que conquistou nos dois últimos anos. No Sheikh Zayed City Sports Stadium, em Abu Dhabi, a figura da partida foi Gareth Bale.

O internacional galês apontou um “hat-trick” no triunfo da equipa espanhola frente ao Kashima Antlers, por 3-1, e se voltar a marcar no jogo decisivo, frente ao Al Ain, iguala um recorde que pertence a Cristiano Ronaldo: o internacional português soma sete golos na competição, apenas mais um do que o número 11 do Real Madrid.

Actual campeão asiático, o Kashima Antlers entrou melhor no jogo e o brasileiro Serginho desperdiçou a primeira oportunidade de golo, mas os espanhóis não demoraram a assumir o controlo e em cima do intervalo Bale, com um remate cruzado, bateu pela primeira vez o guarda-redes sul-coreano Kwon Sun-Tae.

Na segunda parte, os japoneses, que nos quartos-de-final tinham afastado os mexicanos do Chivas, ainda procuraram reagir, mas em menos de três minutos (53’ e 55’) Bale acabou com o jogo e completou o "hat-trick".

Com o jogo decidido, o Real Madrid baixou o ritmo, já a pensar na final de sábado contra o anfitrião Al Ain, e Shoma Doi, aos 78', aproveitou para conseguiu o golo de honra dos nipónicos, numa jogada que apenas foi validade após avaliação do videoárbitro.

Com os três golos na meia-final, Bale passa a ser o terceiro jogador a marcar em três edições diferentes do Mundial de clubes – os outros dois são Lionel Messi e Cristiano Ronaldo -, e fica a apenas um golo de igualar o português como melhor marcador de sempre da prova.