Torne-se perito

Egipto candidata-se à CAN 2019

"Faraós" apresentam-se como alternativa mais forte à organização do torneio, após "chumbo" dos Camarões e desinteresse de Marrocos.

Foto
dr

O Egipto oficializou esta quinta-feira a candidatura para acolher a Taça das Nações Africanas de futebol (CAN) de 2019, assumindo-se como alternativa na sequência da retirada da organização aos Camarões, por falta de condições, anunciou a federação egípcia (EFA) através das redes sociais.

"A Federação Egípcia de Futebol candidatou-se oficialmente para acolher a CAN 2019, prevista para Junho e inicialmente atribuída aos Camarões, que não reuniram as condições necessárias", transmitiu a EFA no comunicado emitido.

O anúncio surge depois de, na véspera, Marrocos ter retirado a sua candidatura à organização da competição, algo que levou o país dos "faraós" a manifestar-se, estando "preparado" para receber uma competição que já albergou por quatro vezes, a última das quais, em 2006.

Depois de retirada a organização da CAN aos Camarões, por parte da Confederação Africana de Futebol  (CAF) devido a atrasos no desenvolvimento das infra-estruturas, e da desistência de Marrocos (considerado o mais forte candidato), o Egipto apresenta-se agora como a mais séria possibilidade.

A África do Sul, o único país africano organizador de um Mundial (em 2010), já terá transmitido à CAF a intenção de acolher a CAN, tal como o Gana, que através do seu ministro da juventude e do desporto também já se mostrou disponível. No entanto, ainda não foi apresentada qualquer candidatura oficial.

A decisão relativa ao local será tomada e anunciada no dia 9 de Janeiro, sendo que a data prevista para a realização do torneio (entre 15 de Junho e 13 de Julho) mantém-se.