Sporting empata com Benfica e está na final-a-quatro da Champions

Derby lisboeta acabou empatado a uma bola, mas "leões" passam à fase seguinte pela diferença de golos.

Cardinal festeja o golo que rendeu ao Sporting a passagem à fase final
Foto
Cardinal festeja o golo que rendeu ao Sporting a passagem à fase final LUSA/TIAGO PETINGA

O Sporting garantiu este domingo pela terceira temporada consecutiva a passagem às meias-finais da Liga dos Campeões de futsal depois de empatar a uma bola com o Benfica no primeiro “derby” europeu da história dos dois clubes. A vantagem nos golos marcados e sofridos foi suficiente para os “leões” vencerem o Grupo C da Ronda de Elite que se disputou no Pavilhão João Rocha, em Lisboa.

A euforia tomou conta dos jogadores e adeptos sportinguistas no recinto mal o árbitro deu por encerrada a partida. Para trás ficavam 40 minutos de tensão, sempre com incerteza em relação ao vencedor. As meias-finais da Champions vão disputar-se a 25 e 26 de Abril do próximo ano e a final a 28 do mesmo mês, com um dos quatro finalistas a receberem a derradeira fase do torneio.

O Sporting entrou em campo com uma vantagem alcançada nas duas partidas anteriores. Os “leões” golearam os russo do Sibiryak por 4-0 e os croatas do Novo Vrijeme, por 6-0. Frente a estes adversários, o Benfica bateu os primeiros por 4-2 e os segundos por 5-0.

Numa primeira parte marcada pelo ritmo elevado, os “leões” estiveram melhor, mas acabaram por ser os “encarnados” a inaugurar o marcador, aos 12’, por Robinho, após uma reposição lateral. Seria o único golo sofrido pelo Sporting nesta Ronda de Elite. E também de bola parada, na cobrança de um livre directo da marca dos dez metros, a equipa da “casa” chegaria à igualdade, nos instantes finais do primeiro tempo, por intermédio de Cardinal.

Com a partida decisiva novamente empatada, as duas equipas regressaram do intervalo com cautelas redobradas e o encontro ressentiu-se. Tornou-se mais táctico e reduziu-se a velocidade, mas a intensidade ficou inalterada. O Benfica era obrigado a arriscar, com o Sporting mais na espectativa.

Nos derradeiros instantes do jogo ambas as equipas tiveram excelentes oportunidades para alcançar a vitória, com destaque para uma bola enviada à trave pelos “encarnados”, mas o marcador ficaria inalterado para gáudio dos sportinguistas e do seu treinador, Nuno Dias.

“Significa que estamos mais uma vez entre as quatro melhores equipas da Europa. Mais uma vez. Cada vez é mais difícil, mas conseguimos. Fomos a melhor equipa deste torneio, os números falam por si”, congratulou-se o técnico.

Com os “leões” para as meias-finais seguiram os espanhóis do Inter do ex-benfiquista Ricardinho, o Barcelona e ainda os russo Kairat Almaty, do Cazaquistão.