Hotéis em Lisboa com 100% de ocupação na semana da Web Summit

Num ano em que são esperados mais 20 mil visitantes do que na edição anterior, a ocupação dos hotéis na capital ronda os 100% e faz de Novembro um mês forte para o turismo.

Foto
São esperados 70 mil visitantes durante os três dias da Web Summit Nuno Ferreira Santos

A Web Summit espera receber este ano 70 mil pessoas, na sua grande maioria estrangeiros, o que faz de Novembro um mês atipicamente lucrativo para o turismo em Lisboa. Entre alojamentos locais e hotéis, há ofertas para todos os gostos e, apesar de a Associação do Alojamento Local em Portugal (ALEP) não conseguir estimar, para já, qual será a taxa de ocupação para o período em que decorre o evento, a Associação de Hotelaria de Portugal (AHP) prevê uma taxa de ocupação “muito próxima dos 100%” e um preço médio que “naturalmente irá ajustar-se” à procura registada.

Este ano são esperados mais 20 mil participantes do que na edição anterior, e esse número “naturalmente que vai ter impacto no turismo e na hotelaria”, afirma a AHP. Em 2017, a taxa de ocupação hoteleira em Lisboa fixou-se nos 92% e o preço médio por noite nos 141 euros, enquanto a ocupação para a área metropolitana da cidade foi de 88% e o preço médio de 128 euros.

Para a AHP, o impacto da cimeira tecnológica em Portugal ultrapassa em muito a hotelaria. “A Web Summit mais do que impacto directo que pode ter na hotelaria, tem um impacto muito maior na economia da cidade e de Portugal”.

Através da plataforma de arrendamento de curta duração Airbnb, encontram-se casas e quartos na zona do Parque das Nações, para os dias em que decorre o evento, e que rondam os 100 euros por noite. Segundo o cálculo da plataforma para o preço médio nessa parte da cidade, o valor é de 112 euros. Em outras zonas da cidade, o preço diminui consideravelmente, sendo possível encontrar quartos ou casas entre os 20 e os 150 euros. De acordo com o site, o preço médio por noite para os dias 5 a 8 de Novembro está fixado nos 88 euros.

No Booking.com, uma plataforma online de reserva de alojamentos, existem 1066 espaços disponíveis para as datas da Web Summit, e encontram-se opções que vão desde os 50 aos 700 euros, para as três noites.

A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) prevê que, ao longo dos quatros dias da conferência, os visitantes gastem 61 milhões de euros, repartidos entre alimentação e alojamento.