Quatro jovens em prisão preventiva por roubo a taxistas

Grupo tentou roubar um homem no Metro de Lisboa entre as estações do Marquês de Pombal e Avenida.

Os jovens requisitavam táxis e, chegados ao destino, roubavam dinheiro e objectos de valor
Foto
Os jovens requisitavam táxis e, chegados ao destino, roubavam dinheiro e objectos de valor Enric Vives-Rubio

Quatro jovens entre os 17 e os 19 anos ficaram em prisão preventiva indiciados pela prática de “vários crimes de roubo qualificado” a taxistas, anunciou neste domingo o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP (COMETLIS), em comunicado.

Os jovens foram detidos na quinta-feira de manhã pela Divisão Policial da Amadora, tendo sido depois presentes ao Tribunal Judicial de Sintra para primeiro interrogatório.

Como já estavam “referenciados pela prática deste tipo de crimes” foi-lhes aplicada a medida de coacção mais gravosa, a prisão preventiva, refere a PSP. Depois de efectuadas diligências, os jovens foram relacionados com oito crimes de roubo qualificado, seis dos quais consumados contra motoristas de táxis, e dois na forma tentada a utentes de transporte público.

Na nota, o COMETLIS explicou que os jovens requisitavam táxis e, “quando os motoristas chegavam aos destinos indicados, os detidos, com recurso a coacção e ofensas à integridade física às vítimas, subtraiam-lhes os montantes em dinheiro que detinham e outros objectos de valor”.

De acordo com a polícia, na quarta-feira o grupo tentou roubar um homem no interior de uma carruagem do metropolitano de Lisboa, entre as estações do Marquês de Pombal e Avenida.

“Após o agredirem a soco e pontapé, projectaram-no ao solo e tentaram subtrair-lhe um fio que trazia ao pescoço”, é referido.

Este episódio, no qual participaram três dos quatro jovens, foi considerado pela PSP como “fundamental” para as detenções.