Portugal vai receber conferência da ONU sobre oceanos em 2020

Director-geral de política do mar fez ainda saber que foi aprovados seis projectos na área da energia das ondas, com um valor de um milhão de euros, no âmbito do Fundo Azul do Portugal 2020.

Foto
Rui Soares (colaborador)

Lisboa vai acolher a conferência da ONU sobre os oceanos em 2020, anunciou nesta sexta-feira o director-geral de política do mar, Rúben Eiras.

Em Junho de 2017, nas Nações Unidas, a ministra portuguesa do Mar, Ana Paula Vitorino, disse na primeira conferência dos oceanos da ONU que Portugal pretendia organizar a segunda edição do evento, marcada para 2020.

O anúncio de Rúben Eiras foi feito na inauguração de uma exposição em Lisboa sobre o primeiro navio do mundo movido apenas a energias renováveis, o catamarã Energy Observer, por ocasião da presença da embarcação na capital portuguesa.

Rúben Eiras disse também que o Fundo Azul – no âmbito do programa Portugal 2020, para desenvolver a economia do mar – aprovou seis projectos na área da energia das ondas, com um valor de um milhão de euros.

Em 2020 Lisboa vai ser também a capital verde europeia.

José Sá Fernandes, que na Câmara de Lisboa tem o pelouro do Ambiente, Estrutura Verde, Clima e Energia, lembrou também na inauguração da exposição que a capital conta ter em 2020 a primeira central fotovoltaica para abastecer autocarros eléctricos.