Japão caça 177 baleias para "fins científicos"

Esta não é a primeira vez que o Japão caça centenas de animais desta espécie, negando que as actividades sejam de caça comercial.

Todos os anos o Japão caça centenas de baleias para "investigação científica" e cuja carne acaba por ser vendida
Foto
Todos os anos o Japão caça centenas de baleias para "investigação científica" e cuja carne acaba por ser vendida Reuters/Toru Hanai

O Japão capturou 177 baleias durante sua temporada de pesca de cetáceos que tem lugar na costa norte do arquipélago no Verão, uma acção que os nipónicos explicam ter uma finalidade científica, informou nesta quarta-feira a Agência Nacional de Pesca.

O Japão sustenta que o objectivo da captura das baleias passa por contribuir para a gestão e conservação dos recursos marítimos, analisando o conteúdo dos seus estômagos, cujos resultados são depois enviados à Comissão Internacional da Baleia.

Em Maio deste ano, soube-se que o país capturou e matou 333 baleias-anãs (ou baleias-de-minke) das quais mais de 120 eram fêmeas grávidas. Também dessa vez, o grupo de caçadores invocou que os animais foram caçados para “investigação científica”.

A actividade baleeira japonesa tem sido alvo de críticas por parte da comunidade internacional e organizações de animais, que a classificam de pesca comercial encapotada, uma vez que a carne dos espécimes estudados é posteriormente vendida.

O país nipónico afirma que a análise também é usada com o objectivo de calcular uma quota adequada para a captura de baleias, de acordo com o comunicado divulgado pela entidade pesqueira japonesa. com PÚBLICO