Trump ameaça Europa com taxa de 20% sobre automóveis

Exportações da indústria automóvel europeia para os EUA atingiram os 37 mil milhões de euros em 2016.

Medida de Donald Trump pode afectar sobretudo a Alemanha
Foto
Medida de Donald Trump pode afectar sobretudo a Alemanha Reuters/YVES HERMAN

Donald Trump ameaçou esta sexta-feira a Europa com a imposição de taxas alfandegárias de 20% sobre a entrada de veículos automóveis nos Estados Unidos, uma medida que contribuiria para a escalada da guerra comecial a nível mundial e que poderia ter efeitos negativos numa das indústrias mais importantes para a economia europeia.

Depois de ter iniciado o conflito impondo uma subida das taxas aplicadas na importação de aço e alumínio, o Presidente norte-americano parece estar disposto a usar todas as armas à sua disposição num cenário de guerra comercial declarada entre EUA e União Europeia. A União Europeia tinha retaliado na semana passada com o anúncio da subida das taxas aplicadas às importações de diversos produtos norte-americanos (no valor de 2,8 mil milhões de euros) e Donald Trump respondeu agora, através da sua conta da rede social Twitter, com a sua própria ameaça de retaliação.

“Se estas barreiras e taxas alfandegárias [aplicadas pela Europa aos EUA] não forem reduzidas e removidas, iremos implementar uma taxa de 20% em todos os seus carros trazidos para os Estados Unidos. Construam-nos aqui”, escreveu.

A administração Trump já tinha anunciado no passado mês de Maio que iria analisar os impactos do comércio dos EUA com a Europa no sector automóvel, prevendo-se que as conclusões possam vir a ser apresentadas a partir do final de Julho.

Neste momento, os EUA aplicam uma taxa de 2,5% sobre a importação de automóveis ligeiros europeus e 25% sobre os veículos pesados. Por sua vez, a UE aplica uma taxa de 10% sobre os veículos provenientes dos EUA.

A imposição de taxas mais elevadas sobre as importações de automóveis é uma das medidas mais temidas pelos líderes europeus, tendo em conta a importância deste sector para diversas economias da UE. Embora várias marcas tenham já unidades de produção importantes dentro dos EUA, o volume de exportações da UE para a economia norte-americana é muito elevado.

A indústria automóvel tem um peso de 10% no total da indústria da UE e, em 2016, as exportações para os EUA (de longe o principal destino) atingiram os 37 mil milhões de euros (seis vezes mais do que o aço e alumínio). Só da Alemanha, saíram 22 mil milhões de euros destas exportações.