DGS garante que surto está controlado

Graça Freitas congratula-se por a Organização Mundial de Saúde manter Portugal com o estatuto de país com a doença eliminada.

 Graça Freitas garantiu que a doença estava controlada em Portugal
Foto
Graça Freitas garantiu que a doença estava controlada em Portugal LUSA/JOSÉ COELHO

O surto de sarampo ligado ao Hospital de Santo António, no Porto, está controlado, anunciou esta quinta-feira a directora-geral da Saúde, congratulando-se por a Organização Mundial de Saúde manter Portugal com o estatuto de país com a doença eliminada.

“Estamos neste hospital [de Santo António] para anunciar que, passado dois meses (...) que soubemos dos primeiros dois casos, foi possível controlar o surto de sarampo ligado a este hospital”, afirmou Graça Freitas, informando que, até ao momento, há 111 casos de sarampo confirmados ligados a este surto na Região Norte, e que “ainda há 24 casos em investigação”.

“Uma óptima notícia é que, apesar de termos tido este surto, de acordo com os critérios da Organização Mundial de Saúde (OMS), nós vamos continuar a manter o estatuto de país com a doença eliminada, ou seja, um país que, apesar de ter importado casos, ter tido cadeias de transmissão e ter tido um surto com alguma dimensão, foi capaz de o controlar e não tornar a doença outra vez endémica”, afirmou.