Nuno Ferreira Santos
Foto
Nuno Ferreira Santos

Em Julho, mil músicos dizem “Não Sou o Único” — pelos Xutos

Homenagem aos Xutos & Pontapés vai realizar-se a 7 de Julho no Campo de Jogos do Pragal, em Almada

A homenagem aos Xutos & Pontapés com centenas de músicos amadores e profissionais a interpretarem o tema Não sou o único vai acontecer a 7 de Julho no Campo de Jogos do Pragal, em Almada.

Pedro Brazão, um dos organizadores da iniciativa Xutos1000, revelou à agência Lusa que estão já inscritos mais de 600 intérpretes e já há ensaios a decorrer. O que vai acontecer a 7 de Julho é uma actuação conjunta de pelo menos um milhar de músicos, para interpretarem o tema Não sou o único, que será registado em vídeo para oferecer aos Xutos & Pontapés e partilhar online.

A iniciativa, que começou a ser preparada no início do ano, inspira-se numa acção semelhante realizada em 2015 por mil músicos, em Cesena, Itália, que interpretaram Learn to fly para convencer o grupo rock norte-americano Foo Fighters a tocar naquela localidade. O mote para o evento português — intitulado Xutos1000 — surge também em reacção à morte do guitarrista Zé Pedro, em Novembro passado.

"É uma homenagem completamente genuína,porque os Xutos são os nossos heróis e merecem uma homenagem a sério, verdadeira, dos fãs, nada institucional", afirmou Pedro Brazão à Lusa em Janeiro, quando o projecto foi revelado. A actuação conta com o apoio do Atlético Clube de Almada e da autarquia, mas na próxima semana os organizadores vão lançar ainda campanha de angariação de fundos na Internet para ajudar a pagar custos como seguros e aluguer de equipamentos.

Na actuação são esperados centenas de bateristas, guitarristas, baixistas, cantores, que terão de ensaiar individualmente a partir das pautas que lhes serão entregues. Os ensaios finais só acontecerão no dia da gravação, por razões de organização. De todo o repertório dos Xutos & Pontapés, Não sou o único foi a música mais consensual, por ser fácil de executar, porque tem letra de Zé Pedro e porque "é um tema belíssimo" que tem a ver com o que os participantes estão a fazer, disse o promotor.