Luís Filipe Vieira e o processo e-toupeira: "O que sei é pelos jornais"

Presidente do Benfica fez um curto comentário sobre a detenção de Paulo Gonçalves.

Foto
PAULO NOVAIS/LUSA

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, que esta quarta-feira marcou presença na cimeira de presidentes de clubes da Liga, que decorreu no Convento de S. Francisco, em Coimbra, fez, à saída, uma declaração lacónica sobre o processo e-toupeira.

Confrontado com a detenção de Paulo Gonçalves, assessor jurídico do Benfica, pela Polícia Judiciária, Vieira remeteu a questão para os media. “O que sei é pelos jornais”, respondeu o dirigente máximo dos "encarnados".

Quem também não se alongou em comentários foi o presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Pedro Proença: "Sobre todos os temas jurídicos, o que peço é que a justiça faça o seu trabalho e deixe de lado quem é inocente".