O Melhor Filme Estrangeiro é do Chile e é Uma Mulher Fantástica

Na categoria além-fronteiras, o vencedor foi Uma Mulher Fantástica.

Fotogaleria
Uma Mulher Fantástica, do Chile DR
<i>O Quadrado</i>, da Suécia
Fotogaleria
O Quadrado, da Suécia DR
Fotogaleria
O Insulto, do Líbano DR
Fotogaleria
Loveless: Sem Amor, da Rússia DR
Fotogaleria
Corpo e Alma, da Hungria DR

Na categoria que atribui um prémio ao melhor filme produzido no estrangeiro – fora dos Estados Unidos, neste caso – o vencedor foi Uma Mulher Fantástica, do Chile, realizado por Sebastián Lelio. 

A lista de nomeados nesta categoria passava por vários países: desde O Insulto, do Líbano; Loveless: Sem Amor, da Rússia; Corpo e Alma, da Hungria a O Quadrado, da Suécia.

Em Uma Mulher Fantástica, a actriz Daniela Vega, de 28 anos, interpreta Marina, uma mulher trans a exigir o luto que a sociedade lhe nega depois da morte de seu companheiro, que deixou a “família tradicional” para ficar com ela.