Um fotógrafo "vagamundo" num navio bacalhoeiro

A exposição Código Postal: A2053N estará dois meses no Clube do Bacalhau, em Lisboa

Fotogaleria
Fotogaleria

Durante três meses e meio, o fotógrafo Pepe Brix documentou a vida a bordo do Joana Princesa, um dos 13 sobreviventes da frota portuguesa de navios de pesca longínqua. Publicada em Fevereiro de 2015 pela National Geographic Portugal, a reportagem fotográfica “Código Postal: A2053N”, a matrícula do navio, vai estar a partir do dia 14 de Março no Clube do Bacalhau, em Lisboa.

Pepe, fotógrafo açoriano (1984), é, como se pode ler na biografia do seu site, "um vagamundo". Entre aventuras e expedições fotográficas (Peru, Índia, Nepal, China...) acompanhou o dia-a-dia dos pescadores, os verdadeiros heróis desta história, na sua dura labuta em condições agrestes. "A angústia dos homens que experimentaram a fragilidade desses botes e a desolação na imensidão gélida do Atlântico Noroeste jamais será compreendida", pode ler-se na National Geographic que dá conta desta ida à Terra Nova da "frota branca", como era conhecida a frota portuguesa de navios bacalhoeiros.

Foto

"A mais de duas mil milhas de casa, os homens permaneciam na faina por largos meses, enfrentando condições inimagináveis. Ora entre o espaço apertado que existia entre os pequenos botes empilhados e as passadeiras para o corte do bacalhau no convés, ora nas camaratas iluminadas por candeeiros a petróleo, a tripulação rezava com o coração nas mãos para que o número de homens a bordo no momento do embarque fosse o mesmo à chegada ao cais dos bacalhoeiros em Aveiro."

Inspirado no conjunto de caracteres que representa a matrícula da embarcação fotografada, o título da reportagem, que é também o desta exposição, "aposta numa simplicidade que contrasta com a realidade a que reporta", explica o Clube do Bacalhau (na Travessa do Cotovelo, 12), onde a exposição estará durante cerca de dois meses. "Trará, bem a propósito, as cores dos mares gelados do Atlântico Noroeste a este espaço gastronómico lisboeta onde, tal como o nome indica, o bacalhau é rei."

Refira-se que a reportagem “Código Postal: A2053N” valeu a Pepe Brix o Prémio Gazeta 2015 de fotojornalismo. O projecto foi ainda editado em livro, com o título Os últimos heróis.

Foto