Fotogaleria
Miguel Angel Camprubi
Fotogaleria

Festas de Lisboa: em 2018, ilustra-se para salvar a sardinha

"Salvem as sardinhas" é o mote para a oitava edição do concurso. As candidaturas ficam abertas até 19 de Março e há 2000 euros para cada um dos autores das cinco melhores sardinhas

“Salvem a sardinha!”: é este o apelo da EGEAC (Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural) na oitava edição do concurso internacional Sardinhas Festas de Lisboa 2018, que arranca esta segunda-feira, 19 de Fevereiro.

À semelhança das edições anteriores, o tema dos trabalhos mantém-se livre e qualquer pessoa pode submeter uma proposta, em grupo ou individualmente, num máximo de três sardinhas por candidato. O objectivo é “ajudar a preservar a espécie através da imaginação”, escreve a organização, em comunicado. As candidaturas terminam a 19 de Março e devem ser entregues na plataforma criada para o efeito em formato digital.

Há um prémio de 2000 euros para cada um dos cinco vencedores, anunciados a 31 de Maio, que verão depois as suas sardinhas em destaque na campanha de comunicação das festas populares. Mesmo que não queiras enviar uma proposta, podes sempre ajudar a distinguir cinco sardinhas com uma menção honrosa. A votação vai decorrer nas redes sociais e são elegíveis alguns trabalhos previamente seleccionados pelo júri.

  

Desde o início da competição, a Câmara Municipal de Lisboa e a EGEAC já receberam sardinhas de 70 países e estão a atirar as redes para atingir as 50.000 candidaturas nas oito edições: "Alô, Quirguistão?"