Guillermo del Toro vai presidir ao júri do Festival de Veneza

Realizador de A Forma da Água venceu o Leão de Ouro da edição do ano passado do festival italiano.

Guillermo del Toro com o Leão de Ouro do Festival de Veneza de 2017
Foto
Guillermo del Toro com o Leão de Ouro do Festival de Veneza de 2017 ETTORE FERRARI/ EPA

Em Setembro do ano passado, Guillermo del Toro saiu da 74.ª edição do Festival de Cinema de Veneza com o Leão de Ouro pelo seu filme A Forma da Água, que aí tivera a sua estreia mundial. Este ano, o realizador mexicano vai voltar ao Lido como presidente do júri que vai atribuir o mesmo prémio, na edição que vai decorrer de 29 de Agosto a 8 de Setembro.

A escolha do autor de O Labirinto do Fauno foi justificada pelo director artístico da Bienalle, Alberto Barbera, em comunicado emitido esta segunda-feira: “Guillermo del Toro personifica a generosidade, o amor pelos filmes do passado e do futuro e uma paixão pelo cinema que pode despertar emoções, influenciar as pessoas e, ao mesmo tempo, fazê-las reflectir”. Barbera realça ainda que, “em virtude da sua imaginação viva, da sua sensibilidade pouco comum e da sua confiança no poder das imagens”, Del Toro “deu vida a um universo fantástico onde o amor e o medo podem coexistir, e garantir que a diversidade é um valor fundamental”. Por todas estas razões, a direcção do Festival de Veneza 2018 acredita que Guillermo del Toro “será um presidente genial, criterioso e entusiasta”.

O realizador de A Forma da Águafilme que encabeça a lista de nomeados para a próxima atribuição dos Óscares, com 13 citações – viu no convite “uma honra imensa”, uma responsabilidade que aceita “com respeito e agradecimento”, porque vê no Festival de Veneza “uma janela para o cinema mundial e a oportunidade de celebrar o seu poder e a sua relevância cultural”.

Antes de 2017, Guillerme del Toro tinha já marcado presença no mais importante festival de cinema que se realiza em Itália por duas vezes: em 1997, com o seu filme Predadores de Nova Iorque (Mimic, no título original); e em 2006, como membro do júri do Prémio Luigi de Laurentis para as primeiras-obras.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações