Acidente de autocarro mata 18 pessoas

Há ainda mais de meia centena de feridos. Governo local abriu uma investigação às causas do desastre.

Foto
Alex Hofford/Lusa

Pelo menos 18 pessoas morreram num acidente de autocarro este sábado no norte de Hong Kong. O veículo seguiria em excesso de velocidade quando capotou numa das auto-estradas mais movimentadas dos Novos Territórios, perto da localidade de Tai Po, no norte da região administrativa especial chinesa. O despiste causou ainda cerca de 50 feridos.

Alguns passageiros conseguiram sair do autocarro acidentado pelos próprios meios, mas muitas vítimas tiveram de ser retiradas pelos bombeiros. A Reuters noticiava que vários feridos encontravam-se deitados na berma da auto-estrada, à espera de assistência médica. 

Segundo a polícia local, 15 das 18 vítimas mortais eram do sexo masculino. Os passageiros do autocarro eram sobretudo trabalhadores e espectadores das populares corridas de cavalos de Hong Kong que regressavam a casa após um dia de provas. A rota seguida pelo autocarro, aliás, só era operada em dias de corridas.

Um representante da empresa propietária do veículo, citado pela BBC, afirmou que o condutor tinha um bom registo profissional e conhecia o percurso.

A chefe do Executivo de Hong Kong, Carrie Lam, visitou os feridos nos 12 hospitais para onde os sobreviventes foram encaminhados, dizendo aos jornalistas no local que será aberta uma investigação para apurar as causas do acidente.

Acidentes rodoviários de semelhante gravidade são raros em Hong Kong, um território predominantemente urbano e densamente povoado que conta com uma das redes de transportes públicos mais segura do mundo. Ainda assim, e neste século, há registo de um acidente de autocarro em 2008 que vitimou 18 pessoas e de outro em 2003, em que um autocarro de dois andares colidiu com um camião e caiu de um viaduto, matando 21 passageiros.