Oliviero Toscani vai dar nova vida à Fabrica da Benetton

Depois de uma pausa de quase duas décadas o famoso fotógrafo-provocador voltou a trabalhar com a Benetton. Primeiro foi anunciada a nova campanha, em Novembro, e agora começa a nova vida da Fabrica.

Foto
Oliviero Toscani e Luciano Benetton, em frente à Fabrica, na apresentação do novo programa, "Fabrica Circus 24/7x52" Facebook, @fabricaresearchcentre

Se no final do ano passado, a Benetton reanimou a sua parceria com o célebre fotógrafo Olivero Toscani – responsável pelas polémicas campanhas da marca italiana entre 1982 e 2000 –, brevemente irá também dar nova vida à Fabrica, a instituição criada pela empresa no final dos anos 1990, para receber estudantes de diferentes áreas criativas, em Treviso.

Oliviero Toscani já tinha avisado, em Novembro, numa entrevista ao PÚBLICO: a Fabrica "vai ser como um circo", com "actividade constante".

Assim a partir de agora, a começar já com os quatro artistas. Em Março terá lugar o primeiro de quatro festivais sazonais multidisciplinares planeados. Além disso, haverá um ciclo contínuo de conferências, workshops, concertos, exposições e outro tipo de eventos que cruzam as mais variadas vertentes artísticas e de comunicação, desde a poesia à política. É possível conferir a agenda dos próximos eventos na página de Facebook da Fabrica.

O próprio nome – "Fabrica Circus 24/7x52" – diz tudo. Sob a direcção de Oliviero Toscani, a Fabrica vai entrar numa nova fase, de constante criação e partilha de experiências. Será "uma área aberta a todos, um local para celebrar a imaginação, um ponto de referência cultural para conhecer mestres e profissionais internacionais, uma espécie de bottega dell’arte (loja de arte) renascentista que estimula a discussão e dar  origem a questões, tendo no cerne a arte de fazer", avança a marca, num comunicado de imprensa.

Fábrica de talento

A nova era da Fabrica arrancou na sexta-feira, com um conjunto de eventos abertos ao público (de entrada grátis), na qual estiveram presentes Oliviero Toscani e Luciano Benetton, o fundador da marca italiana.

A apresentação juntou Daniel Stier, fotógrafo alemão que investiga a relação entre seres humanos e tecnologia; Noa Jansma, uma estudante que publica fotografias de quem a assedia no rua, na conta de Instagram @dearcatcallers, com o objectivo de chamar a atenção para esta problemática; Wakal, um músico mexicano a viver em Paris; e Ackeejuice Rockers, um duo DJ/ produtor descoberto por Kanye West.

Na sua nova campanha para a Benetton, revelada em Novembro, Toscani apresentou uma sala de aula italiana, onde era visível a diversidade racial. No total, as crianças representavam 14 países, comentou então. “Acho que o grande problema da sociedade hoje é a integração. Se não compreendermos que o grande problema da integração é uma incrível oportunidade, vamos perder a questão essencial”, acrescentava, evelando que um dos objectivos para o futuro próximo seria precisamente ir em busca de mais e mais talento para acolher na Fabrica.

PÚBLICO -
Foto