Kerala, um mundo para descobrir na Índia

Das massagens ayurvédicas aos rituais nas praias de Varkala, há actividades muito variadas para fazer neste estado indiano.

Fotogaleria
Rui Bizarro
Fotogaleria
Rui Bizarro
Fotogaleria
Rui Bizarro

Kerala fica no extremo sudoeste da Índia e em pleno Inverno as temperaturas atingem os 35º durante o dia e não descem abaixo dos 20º à noite. Quase todos os homens usam a sua refrescante saia - lungi.

Kerala é a capital do mundo da massagem ayurvédica e é o local perfeito para se usufruir de tratamentos propostos pela medicina ayurvédica ou simplesmente aproveitar algumas massagens pontuais. Eu costumo optar pelo panchakarma, um tratamento com base em massagens, saunas e óleos específicos com ervas que funciona como um detox. A viagem por Kerala pode começar por Cochim, a maior cidade deste estado e que tem um charme que encanta a todos que por lá passam. Aqui podem ver-se as típicas redes de pesca de influência chinesa ou a igreja na qual Vasco da Gama foi enterrado. O túmulo ainda está lá, mas os restos mortais foram levados para Portugal. Aproveitem para visitar a sinagoga e a rua judaica, a fábrica de gengibre e especiarias e o Museu Indo-Português.

De Cochim, pode-se ir para o interior de Kerala e visitar Munnar e os seus campos de chá. Qualquer pessoa ficará deslumbrada com as vistas e com os gigantes campos plantados por todo o lado.

A partir de Munnar pode chegar-se ao parque nacional de Periyar Tiger e, com sorte, ver os tigres que esta reserva possui, assim como outros animais: elefantes, esquilos gigantes, javalis, uma enorme variedade de pássaros, além dos típicos macacos. Até lá chegar, há uma viagem muito sinuosa para vencer, por isso é necessário ponderar se se pretende mesmo ir a este parque. Caso não queiram, podem ir directamente para Alappuzha, considerada por muitos a “Veneza do Oriente”, conhecida pelas backwaters, que são canais com centenas de quilómetros de águas continentais que se estendem pelo interior de Kerala, dando origem a lagos, lagoas e canais. As backwaters são famosas pela sua beleza natural e pelas suas paisagens repletas de coqueiros, muito importantes para a culinária e a economia do país. Aqui podem escolher uma embarcação de acordo com o budget disponível e passear pelos deslumbrantes canais. Há mesmo a opção de dormir nos barcos-hotéis destes enormes lagos. Depois destes obrigatórios passeios, pode-se descer até Varkala, uma zona com várias praias e o meu lugar preferido em toda esta zona de Kerala. Este é considerado um local sagrado, também conhecido como Varanasi do Sul, um local religioso. Há várias praias que são serpenteadas por uma monumental falésia: pode-se passear junto ao mar, mas também por cima da falésia, onde abundam lojas indianas, tibetanas, nepalesas, centros de massagem ayurvédica, escolas de ioga, assim como inúmeros restaurantes, hotéis, onde se usufrui de umas vistas magníficas para o Índico. De noite, vêem-se dezenas de barcos à pesca, iluminando pequenos pontos de luz que se reflectem no mar negro.

Papanasam é uma das principais praias de Varkala, onde inúmeros hindus se deslocam de manhã cedo, por volta das 5h, para fazer oferendas e para se banharem nas águas. São consideradas águas sagradas e os hindus acreditam que um mergulho nelas os lava de todos os pecados. Papam significa precisamente remoção de pecados, sendo esta a origem do nome da praia, onde existe uma fonte de água pura e cristalina, que muitos aproveitam para se lavarem e também para encher garrafões. Eu próprio já me banhei e bebi dessas águas.

Nesta praia há um importante ritual feito todos os dias pelos hindus. Levam as cinzas dos seus parentes para o mar, de forma a ajudá-los a obter o seu moksha, ou a libertação dos ciclos de morte e renascimento. Primeiro, procuram um dos homens santos que se encontram na praia e que faz com eles uma série de pujas — orações e agradecimentos. Também lhes prepara uma oferenda para que estes possam entregar no mar, juntamente com as cinzas dos antepassados. Depois, eles próprios mergulham no mar, para que lhes sejam removidos os pecados. São rituais muito bonitos, que prendem profundamente todos os que assistem.

Em qualquer um destes lugares indianos, vale a pena não perder um espetáculo de kathakali, uma arte tradicional, oriunda desta zona do país. Os actores são pintados com maquilhagens muito complexas, permitindo uma enorme expressividade facial, para que depois os movimentos que executam tenham grande impacto.

A gastronomia em Kerala, como em toda a Índia, é simplesmente maravilhosa, principalmente para quem gosta de comida picante e carregada de especiarias. Quem não gosta tem sempre a opção de comida internacional ocidental. Os indianos adaptam-se a tudo, sem nunca perderem a sua cultura, e em qualquer sítio minimamente turístico terão uma pizza ou um hambúrguer para vos servir.

Rui Bizarro

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações