The Irishman: o Scorsese com De Niro, Pacino, Keitel e Pesci ganha corpo em Nova Iorque

O realizador regressa ao mundo da máfia e traz alguns suspeitos do costume. Conta-se a história de Frank Sheeran, um sindicalista. A estreia só está marcada para 2019 no Netflix, com a passagem pelas salas ainda por confirmar.

Foto
Scorsese diz que será um filme de Máfia mais contemplativo do que o habitual REUTERS/Phil Klein

Frank “The Irishman” Sheeran foi um sindicalista com ligações ao crime organizado que, pouco antes de morrer em 2003, disse que assassinara o líder sindical Jimmy Hoffa, desaparecido em 1975 - o corpo nunca foi encontrado. Charles Brandt, escritor, transformou o que Sheeran lhe dissera no livro de 2004 I Heard You Paint Houses: Frank "The Irishman" Sheeran and the Closing of the Case on Jimmy Hoffa. É esse livro que serve de base ao novo filme de Martin Scorsese, que tem Robert De Niro no papel de Sheeran.

Não é um filme de máfia na onda de Tudo Bons Rapazes ou Casino, já que, tem dito Scorsese, será mais contemplativo do que o habitual, com personagens mais velhas a reflectir sobre o seu passado. A De Niro junta-se Al Pacino, que nunca tinha trabalhado com Scorsese, e os recorrentes Harvey Keitel e Joe Pesci – que estava efectivamente reformado e recusou o papel dezenas de vezes antes de o aceitar. E não só: Ray Romano, Anna Paquin, Jack Huston ou Bobby Cannavale também aparecem por aqui. 

A história atravessa várias décadas, com o grosso da acção a passar-se nos anos 1970, a década em que Hoffa desapareceu. Os actores serão rejuvenescidos digitalmente, como aconteceu com Brad Pitt em O Estranho Caso de Benjamin Button ou, mais recentemente, Michael Douglas em Homem-Formiga.

O filme, cuja rodagem arrancou em Nova Iorque em Agosto e está prevista acabar em Fevereiro, foi escrito por Steven Zaillian, que ganhou um Óscar pelo guião de A Lista de Schindler, trabalhou para Scorsese em Gangues de Nova Iorque e De Niro em Despertares, além de ter sido um dos principais responsáveis por The Night Of, a minissérie da HBO. 

The Irishman é um filme do Netflix, apesar de a estreia em sala ainda não ter sido confirmada. Mas é dúbio que Scorsese, acérrimo defensor da preservação da película e da História do cinema, deixe que um filme seu não chegue às salas de cinema.