Homem barricado em supermercado de Vila Nova de Poiares foi detido e hospitalizado

O homem foi detido após "a intervenção táctica" da GNR e, apesar de ter resistido, encontra-se em segurança. Foi hospitalizado para avaliação psiquiátrica.

O homem encontrava-se barricado desde quinta-feira à tarde
Foto
O homem encontrava-se barricado desde quinta-feira à tarde Nelson Garrido/Arquivo

A GNR deteve esta sexta-feira à tarde o homem que se mantinha armado no interior de um supermercado, desde a tarde de quinta-feira, em Vila Nova de Poiares, distrito de Coimbra, indicou esta força de segurança. O homem foi conduzido sob detenção ao Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra para avaliação psiquiátrica.

O porta-voz da GNR, Bruno Marques, disse à agência Lusa que o homem foi detido após "a intervenção táctica" dos militares da guarda, que culminou com a detenção do suspeito "em segurança", apesar de o homem "ter resistido à detenção".

A intervenção realizou-se, segundo Bruno Marques, "por motivos de segurança do próprio indivíduo", que tinha na sua posse duas armas.

O tenente-coronel Henrique Armindo, segundo comandante do Comando Territorial de Coimbra, disse à Lusa que foram usadas armas não letais e a força física para deter o homem que estaria “um pouco desorientado”.

O indivíduo, que é emigrante em França, será presente a tribunal logo que esteja concluída a avaliação psiquiátrica. De acordo com Henrique Armindo, a acção do detido terá a ver com "problemas antigos de partilhas de terrenos e negócios mal resolvidos", que envolvem parte do local onde está implantado o supermercado.

Na quinta-feira, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Coimbra contou à Lusa que um homem tinha ficado ferido na sequência de uma alegada tentativa de assalto a um supermercado.

Segundo o CDOS, o ferido seria o proprietário do estabelecimento, que teria sido agredido com a coronha de uma arma. O ferido foi transportado para o hospital, mas já teve alta. Nesse dia, o porta-voz da GNR acrescentou que o suspeito estava no interior do supermercado, armado e sozinho.