Sobrevoar o Alentejo num balão de ar quente

Os voos de balão de ar quente abertos ao público decorrerão de 6 a 11 de Novembro.

Osvaldo Cunha e Sá
Foto
Osvaldo Cunha e Sá

Alter do Chão, Fronteira, Monforte e Ponte de Sor. O Festival Internacional Balões de Ar Quente (FIBAQ) está de regresso pelo 21.º ano consecutivo ao Norte alentejano, que irá receber 30 equipas de vários países de 6 a 12 de Novembro. A organização fica a cargo da Publibalão (em cooperação com o Alentejo sem Fronteiras – Clube de Balonismo), empresa (fundada em 1994) pioneira em balonismo em Portugal.

A programação é inaugurada dia 5 apenas para check-in das equipas participantes, sendo que os voos em balão de ar quente abertos ao público decorrerão de 6 a 11 de Novembro. A única forma de voar (caso não tenha voucher de patrocinador, atribuídos aos próprios, que por sua vez se encarregam de distribuir e/ou sortear em passatempos totalmente controlados pelos mesmos) será através da aquisição de um voucher solidário junto da ASBIHP - Associação de Spina Bífida e Hidrocefalia Portuguesa ou bombeiros dos concelhos aderentes. Todas as informações estão na página de Facebook desta 21.ª edição.

O evento contará com a participação de equipas de Portugal, Espanha, França, Holanda, Bélgica, Inglaterra e Luxemburgo, sendo que todos os pilotos são profissionais com créditos firmados no balonismo. A organização garante ser "totalmente seguro voar com qualquer uma das equipas". “É uma honra regressar ao Alentejo com este festival, que já acontece há 21 anos, e levar a magia de voar a todos os que queiram ter uma experiência de voo”, refere Aníbal Soares, piloto profissional e organizador do FIBAQ.

A organização oferece a qualquer pessoa a experiência de voar num voo cativo, com subidas e descidas, todos os dias durante o evento, em local e hora a anunciar na página de Facebook. Para esta actividade não são precisos vouchers — funcionará a ordem de chegada ao local.

Uma novidade será a presença da Herdade Fonte Paredes, que terá provas de vinhos à disposição dos visitantes.

Refira-se que no Alentejo sem Fronteiras – Clube de Balonismo, fundado em Novembro de 2012, funciona a primeira escola do país para pilotos de balões de ar quente, sediada em Fronteira, no Alto Alentejo.

PÚBLICO -
Foto
Osvaldo Cunha e Sá