Marques Mendes diz que decisão de Passos Coelho é "muito digna"

O antigo líder do PSD considera que Passos "merece ser cumprimentado pela dignidade de ter colocado os interesses do partido acima de qualquer tentação de se agarrar ao lugar".

Foto
Rui Gaudencio / Publico

O antigo líder do PSD, Luís Marques Mendes, considerou, esta terça-feira, que a decisão do actual presidente do partido, Pedro Passos Coelho, de não se recandidatar ao cargo é uma decisão "muito digna".

"Eu já no domingo à noite tinha antecipado este cenário", apontou Marques Mendes, questionado pelos jornalistas sobre a decisão do actual presidente dos sociais-democratas, conhecida esta tarde.

Na sua opinião, esta "é uma decisão muito digna".

"Ele merece ser cumprimentado pela dignidade de ter colocado os interesses do partido acima de qualquer tentação de se agarrar ao lugar", considerou Luís Marques Mendes, falando à margem da inauguração da nova sede da sociedade que integra, a Abreu Advogados, situada na frente ribeirinha de Lisboa e que constituiu um investimento de 13 milhões de euros.

O presidente do PSD, Passos Coelho, anunciou, esta terça-feira, na reunião da Comissão Política Nacional, que não irá recandidatar-se ao cargo nas próximas eleições directas, disseram à Lusa fontes sociais-democratas presentes neste órgão.

Sugerir correcção