Microsoft lança aplicação para descrever o mundo a cegos

Seeing AI é capaz de identificar pessoas conhecidas e tenta ler os rostos para descobrir emoções. Não está disponível em Portugal.

Só está disponível em seis países e territórios
Só está disponível em seis países e territórios Nelson Garrido / PUBLICO
A aplicação tenta reconhecer as emoções nos rostos
A aplicação tenta reconhecer as emoções nos rostos Microsoft
A leitura de texto curto é quase imediata
A leitura de texto curto é quase imediata Microsoft
Fotogaleria

A Microsoft lançou uma aplicação gratuita, que usa a câmara do telemóvel e tecnologia de inteligência artificial para descrever o mundo à volta do utilizador, o que pode ir de um documento de texto numa folha de papel, ao rosto de uma pessoa e respectivas emoções.

A aplicação ainda está longe de ter um alcance global. Chamada Seeing AI, e descrita como uma câmara falante para cegos e pessoas com baixa visão, está disponível apenas para iOS (o sistema do iPhone) e num número limitado de seis países e territórios, de que Portugal não faz parte (a empresa promete acrescentar mais países à lista). A voz da aplicação também só fala em inglês.

De acordo com a descrição da Microsoft, a Seeing AI é capaz de reconhecer e ler imediatamente textos curtos, estejam estes impressos em papel ou em placas e sinais, por exemplo. No caso de livros ou documentos, a aplicação ajuda o utilizador a apontar correctamente a câmara, antes de digitalizar e começar a ler o conteúdo. Também identifica produtos a partir da leitura de códigos de barras e, em alguns casos, oferece informação adicional (como o modo de preparação de um alimento).

Para além disso, também memoriza rostos de pessoas para as poder identificar mais tarde. Uma vez apontada a câmara para uma pessoa, o utilizador é informado do nome e da distância a que estão. Ouve também uma estimativa da idade e do género, bem como uma descrição das emoções indicadas pela expressão facial. A aplicação pode ainda ser usada para descrever ao utilizador imagens que estejam noutras aplicações, como fotografias partilhadas nas redes sociais.

Uma outra funcionalidade (que está em fase inicial) permite ouvir uma descrição genérica daquilo que a câmara está a captar. “Como este ainda é um projecto de investigação, há algumas funções que ainda consideramos experimentais”, explicou a Microsoft, em comunicado. No futuro, a empresa pretende que a Seeing AI seja capaz de identificar notas.

Esta não é a única aplicação destinada a cegos e pessoas com baixa visão. Há aplicações que funcionam como um mapa auditivo, outras que permitem identificar notas e moedas, e as que descrevem cores.