Comissão Nacional de Eleições de Angola faz campanha pelo MPLA?

Campanha popular de apelo voto coloca a “x” no candidato do partido do Presidente José Eduardo dos Santos.

Foto

O activista angolano Luaty Beirão partilhou no Twitter, nesta quarta-feira, duas fotografias de cartazes e acusou a Comissão Nacional de Eleições (CNE) de Angola de apelar ao voto no MPLA nas eleições presidenciais daquele país, marcadas para 23 de Agosto.

No cartaz, com o símbolo da CNE pode ler-se: “Eleições gerais 2017, vota pela paz e pela democracia”. No entanto, fontes citadas pela TSF dizem que o cartaz pertence mesmo ao MPLA, que terá usado o símbolo da CNE para simular o boletim. No site do partido não surge qualquer imagem do referido cartaz.

O placard faz uma simulação do boletim de voto. Mostra os símbolos dos seis partidos que apresentam candidatos. Cinco dos quais não mostram mais do que símbolo partidário. O do MPLA, no entanto, tem o nome do candidato João Manuel Gonçalves Lourenço, e o “x” no quadro reservado aos eleitores para escolher o seu candidato.

O PÚBLICO questionou a CNE, que é, por lei, uma instituição independente, mas até ao momento não obteve resposta.

Angola é presidida por José Eduardo dos Santos, do MPLA, que está no poder desde 1979.

Notícia actualizada às 19h56 com a indicação de que o cartaz poderá ser do próprio MPLA