Podcast Planisférico: Tartarugas ninja, amarrações e a táctica de Pelé

O sexto episódio do podcast do Planisférico viaja pelo sobrenatural, pelo iminente regresso de Freddy Adu e pelos filmes de futebol.

Foto

Nem há um mês o Real Madrid ganhou a Liga dos Campeões e já se joga futebol na Europa. Sim, são as pré-eliminatórias da Champions e da Liga Europa, os nossos jogos preferidos de toda a temporada e oportunidade rara para ver em acção equipas de Gibraltar, de Malta e do Kosovo. 

O sexto episódio do podcast Planisférico não podia deixar passar em claro este momento, assim como não deixou passar em claro a influência do sobrenatural no futebol e de como se podem manipular as forças ocultas para a bola entrar mais vezes na baliza do adversário.

Também falamos de algo que desafia a lei natural do futebol, a história do Sacachispas, um clube argentino que existiu primeiro nas páginas de um livro e na tela do cinema antes de ser uma equipa de futebol. Leia o livro, veja o filme, vá ao estádio.

Por falar em filmes, não há uma tradição brilhante nas relações do cinema com o futebol. Mas há o Fuga para a Vitória, com Sylvester Stallone na baliza, Michael Caine a médio centro e Pelé na frente. Contra os nazis, a táctica é simples: passem-lhe a bola.

O novo Pelé é que nunca teve uma carreira no cinema e é discutível se voltará a ter carreira no futebol. Freddy Adu não está na Suécia e não voltou ao futebol, mas voltou a Twitter para responder às perguntas dos fãs. E revela tudo o que sempre quisemos saber sobre ele.

O podcast do Planisférico também está disponível no iTunes e nas apps para podcasts.