Carpool Karaoke com LeBron James ou as irmãs Stark a partir de Agosto na Apple

Formato salta para a Internet — que já o tornara viral — com uma série exclusiva.

Fotogaleria
Corden e LeBron James Apple
Fotogaleria
Michael Strahan e Jeff Gordon Apple
Fotogaleria
John Legend e Alicia Keys Apple

A nova Carpool Karaoke: The Series, um derivado do popularíssimo segmento do talk show norte-americano Late Late Show with James Corden, estreia-se em todo o mundo no serviço Apple Music a 8 de Agosto. O formato, transformado em série e que por vezes abdicará agora do seu condutor televisivo, o britânico James Corden, vai contar com convidados como a estrela maior da NBA LeBron James, com as actrizes de A Guerra dos Tronos Sophie Turner e Maisie Williams, ou com Miley Cyrus e família.

A Apple anunciou terça-feira em comunicado a data e o rol de convidados, que incluem ainda Will Smith (com James Corden), Queen Latifah e Jada Pinkett Smith, uma viagem com John Legend, Alicia Keys e a actriz Taraji P. Henson ou Shakira e o apresentador do Daily Show Trevor Noah. LeBron James também cantará ao volante com Corden, em episódios a estrearem-se semanalmente às terças-feiras e que chegarão a mais de cem países, informa o serviço de streaming da Apple.

Além de um potente ingrediente do programa de Corden na CBS, o Carpool Karaoke, que basicamente é um sketch com uma ou mais estrelas à boleia de Corden (que é actor e cantor) em que ouvem música no carro e cantarolam à medida que passeiam, tornou-se um fenómeno viral em todo o mundo. Com centenas de milhões de visualizações no YouTube, teve como convidados Michelle Obama, Madonna, Lady Gaga, Stevie Wonder ou George Clooney e vai continuar a fazer parte do programa americano (que não é exibido em Portugal).

Vivendo assim para além do televisor e do final das noites americanas, o formato Carpool Karaoke tornou-se independente após uma experiência no ar na própria CBS e será agora produzido pelo canal líder de audiências nos EUA para a Apple, que tem neste serviço mais de 20 milhões de subscritores. Essencialmente um serviço de streaming de música, desde o seu lançamento tem-se estendido para a produção e transmissão de vídeo, com programas como um documentário sobre Taylor Swift ou com planos de novas séries de "televisão". A sua principal concorrência são serviços como o Spotify ou o Google Play.