Carlos Encarnação apoia José Manuel Silva à Câmara de Coimbra

O social-democrata apoia José Manuel Silva pelo "carácter independente do candidato" e pela sua capacidade em "congregar as pessoas e as instituições e em liderar um projecto de futuro”.

O social-democrata Carlos Encarnação entende que José Manuel Silva vai promover o desenvolvimento da cidade e do concelho
Foto
O social-democrata Carlos Encarnação entende que José Manuel Silva vai promover o desenvolvimento da cidade e do concelho Alexandre Afonso

O antigo presidente da Câmara de Coimbra Carlos Encarnação, último a ser eleito, em 2009, pelos sociais-democratas, apoia nas próximas autárquicas a candidatura independente do ex-bastonário dos médicos José Manuel Silva, e não o candidato do PSD, Jaime Ramos.

Carlos Encarnação, que foi presidente da Câmara de Coimbra entre 2001 e 2010, anunciou “o seu apoio pessoal à candidatura independente" de José Manuel Silva àquele município, afirmou nesta quinta-feira o movimento Somos Coimbra, numa nota enviada à agência Lusa.

O antigo autarca declarou que apoia José Manuel Silva pelo "carácter independente do candidato" e pela sua capacidade em "congregar as pessoas e as instituições e em liderar um projecto de futuro, que construa equilíbrios e promova rapidamente o necessário desenvolvimento da cidade e do concelho, revitalizando o seu imenso património e dinamizando oportunidades de investimento e trabalho", acrescenta.

Por seu lado, o anterior bastonário da Ordem dos Médicos sente-se "muito honrado com este apoio, não só pela experiência que o antigo autarca pode partilhar, como também pelo trabalho realizado por Carlos Encarnação enquanto esteve à frente do município", refere a mesma nota do Somos Coimbra.

Várias vezes eleito deputado à Assembleia da República, pelo PSD, entre 1977 e 2001 e governador civil de Coimbra, no início da década de 1980, Carlos Encarnação, que também foi secretário de Estado por três vezes, na área da Administração Interna e dos Assuntos Parlamentares, foi escolhido como candidato autárquico do PSD-Coimbra em 2001, num processo em que Jaime Ramos, o actual candidato dos sociais-democratas, era outra das opções internas. Encarnação foi mesmo eleito presidente da Câmara de Coimbra em 2001, e reeleito, no âmbito da coligação PSD/CDS-PP/PPM/MPT, nos dois mandatos seguintes, tendo abandonado o cargo em Dezembro 2010 (sendo substituído pelo até então vereador, igualmente social-democrata, João Paulo Barbosa de Melo).

Liderada pelo socialista por Manuel Machado, a Câmara de Coimbra é actualmente formada por cinco membros do PS, quatro sociais-democratas, eleitos pela coligação PSD/PPM/MPT, um comunista (CDU) e um vereador do movimento Cidadãos por Coimbra (CpC).

Além de José Manuel Silva, pelo Somos Coimbra, movimento criado no âmbito da sua candidatura, já anunciaram que concorrem à presidência da Câmara de Coimbra, nas eleições autárquicas de 1 de Outubro deste ano, Jaime Ramos (PSD/CDS/PPM/MPT), Manuel Machado (PS), Francisco Queirós (CDU), Jorge Gouveia Monteiro (CpC) e Vítor Ramalho (PNR).