Quartel de Monte Pedral, na rua de Serpa Pinto, no Porto
Foto
Quartel de Monte Pedral, na rua de Serpa Pinto, no Porto

Um quartel do Porto vítima de um AsSALTO? É já no 25 de Abril

Quinta edição do projecto AsSALTO acontece no feriado do 25 de Abril, terça-feira, no Quartel de Monte Pedral, na rua de Serpa Pinto, no Porto

Pouco mais de dois meses depois da última edição, o site do AsSALTO tem uma nova localização e uma nova data: a 25 de Abril, terça-feira, o Quartel de Monte Pedral, na rua de Serpa Pinto, no Porto, vai abrir as portas entre as 15h e as 18h. A ideia é que qualquer pessoa interessada em conhecer o interior deste quartel desactivado participe no AsSALTO — e, se quiserem desenhar ou escrever sobre o sítio, tanto melhor. A “sintonia temática” entre localização e data escolhidas não é de somenos, mas a verdade, diz Caros Moura, da organização, é que muita gente pediu um AsSALTO ao fim-de-semana (ou feriado).

O Quartel de Monte Pedral, actualmente desactivado e à venda, ocupa uma área significativa no centro da cidade, entre as ruas da Constituição, de Serpa Pinto e de Egas Moniz. O Regimento de Cavalaria do Porto foi instalado no complexo — inicialmente pensado para acolher um asilo-escola — em 1912 e transferido para Braga em 1979. O espaço passou, então, a acolher o Centro de Classificação e Selecção do Porto até 2006, ano em que este se mudou para o Quartel da Serra do Pilar. O Quartel de Monte Pedral foi sendo progressivamente esvaziado e desde 2014 que espera por um novo proprietário, estando actualmente à responsabilidade da Unidade de Apoio do Comando do Pessoal.

Desde Novembro de 2016, o AsSALTO já ocupou um prédio rosa da rua de Sá da Bandeira, um consultório de oftalmologia de 1927 na de Miguel Bombarda, um casarão em Cedofeita e os Armazéns Cunhas.

PÚBLICO -
Foto
Na última edição, o AsSALTO ocupou os Armazéns Cunhas, no centro do Porto DR