Na Holanda, os homens andam de mãos dadas para lutar contra a homofobia

Notícias de agressões a um casal gay iniciaram uma campanha contra a homofobia que já chegou aos políticos.

Foto
Dois políticos holandeses chegaram a uma reunião do Governo de mãos dadas na passada segunda-feira DR

Jasper Vernes-Sewratan, de 35 anos, e Ronnie Sewratan-Vernes, de 31, formam um casal homossexual que alega ter sido atacado no domingo de manhã na cidade holandesa de Arnhem. Esta denúncia originou uma campanha por todo o país que está a colocar os holandeses de mãos dadas.

Na Internet são muitos os homens holandeses que publicam fotografias de mãos dadas numa campanha para combater a homofobia. A iniciativa já ganhou tais proporções que chegou a várias celebridades, desde políticos a pessoas ligadas ao futebol.

Neste vídeo, por exemplo, dois políticos chegam a uma reunião do Governo de mãos dadas.

Mas as mãos dadas não surgem nas fotografias por acaso. O episódio das agressões ao casal gay foi amplamente noticiado na Holanda, e num programa televisivo afirmaram que estavam de mãos dadas antes de serem agredidos, relata a BBC. E foi assim que meia Holanda deu as mãos em solidariedade.

Aqui é um político austríaco que aderiu à iniciativa.

Apesar de tudo, o advogado de um dos supostos agressores também já veio a público afirmar que foi o casal quem primeiro agrediu. Esta versão foi depois desmentida por Vernes-Sewratan e por Sewratan-Vernes.

Para além deste caso, alguma imprensa holandesa noticiou que se registaram ataques relacionados com homofobia em Amesterdão e Eindhoven durante o último fim-de-semana.