Estes são os bloomers do Portugal Fashion

Lançado em 2010 pelo Portugal Fashion, o Bloom dá palco aos jovens designers para apresentarem as suas primeiras colecções.

Fotogaleria
NELSON GARRIDO
Fotogaleria
NELSON GARRIDO
Fotogaleria
NELSON GARRIDO
Fotogaleria
NELSON GARRIDO
Fotogaleria
NELSON GARRIDO

A par com a recente chegada da Primavera, o segundo dia do Portugal Fashion foi dedicado aos bloomers — os jovens designers que apresentam as suas colecções na plataforma Bloom, lançada em 2010. A palavra inglesa serve para descrever uma planta que floresce ou uma pessoa que alcança maturidade e quem a menciona é Paulo Cravo, o novo coordenador do projecto.

"Nunca ninguém sai [da escola] preparado para enfrentar este universo — de apresentações, colecções, negócios —,  é preciso muita experiência", conta.

Os criadores seleccionados para a Bloom têm a oportunidade de desenvolver e mostrar as suas primeiras colecções durante algumas edições consecutivas — é o caso de Pedro Neto (um dos bloomers mais séniores), que marca presença pela sétima vez, com uma colecção que partiu do quadro The Lady of Shalott, de John William Waterhouse, e do documentário Baraka (1992). "Quem conhece a marca já sabe que é tudo rectilíneo e nesta colecção há um refresh. A nível de silhueta está mais feminina", conta o designer.

Durante o segundo dia do Portugal Fashion apresentaram, no total, 11 designers, entre eles Eduardo Amorim, Beatriz Bettencourt, David Catalán e Inês Torcato.

Foi da plataforma Bloom que se lançaram criadores como Carla Pontes, Estelita Mendonça, Hugo Costa e Susana Bettencourt — que têm agora presença permanente no calendário regular do Portugal Fashion. No total, o Bloom já viu passar 39 designers.