Prémio de fotojornalismo Estação Imagem já tem inscrições abertas

O júri da edição deste ano, que decorre entre 3 e 9 de Abril, será presidido por Francis Kohn, director de fotografia da Agence France-Presse.

Fotogaleria
Da série Paths of Hope and Despair © Yannis-Behrakis/Reuters
Fotogaleria
Da série Coming Home © David Guttenfelder
Fotogaleria
Exile/Exílio (Magnum Photos by Canon) © Paolo Pellegrin/Magnum Photos

O prémio de fotojornalismo Estação Imagem 2017 Viana do Castelo já tem inscrições abertas. Até 15 de Março, podem concorrer através do site estacao-imagem.com fotógrafos portugueses, dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa e da Galiza, ou ainda fotógrafos estrangeiros que tenham feito reportagens em qualquer um destes territórios.

O júri da edição deste ano, que decorre entre 3 e 9 de Abril, será presidido por Francis Kohn, director de fotografia da Agence France-Presse desde 2012 e presidente do júri do World Press Photo em 2016. No elenco de jurados estarão também Bénédicte Kurzen, fotojornalista da agência NOOR; David Furst editor de fotografia do The New York Times (na secção de Internacional); David Guttenfelder, fotojornalista da National Geographic, oito vezes vencedor de prémios World Press Photo e sete vezes finalista para o Prémio Pulitzer; e Laura Boushnak, fotojornalista palestiniana e fundadora da agência de mulheres fotojornalistas no Médio Oriente RAWIYA.

Para além dos prémios nas nove categorias a concurso, o júri atribuirá uma bolsa de produção, cujo resultado será apresentado na edição do próximo ano. Será ainda atribuído o Prémio Noroeste Peninsular, que tem como objectivo “o aprofundamento das ligações entre o Norte de Portugal e a Galiza”, e que este ano partirá do tema “Caminhos de Santiago”. O anúncio dos vencedores está agendado para a noite do dia 8 de Abril, no Teatro Sá de Miranda, em Viana do Castelo, município que se assume novamente como principal parceiro do Prémio Estação Imagem.

Para a semana que antecede a cerimónia de atribuição dos prémios, estão agendadas várias exposições, entre as quais se destacam os nomes de David Guntenfelder (Coming Home), Felipe Dana (Vírus Zika), Yannis Behrakis (Paths of Hope and Despair), Tanya Habjouka (Occupied Pleasures) e Bruno Simões Castanheira (Lugares de Silêncio), que mostrará uma reportagem realizada no Parque Natural da Peneda Gerês, depois de ter vencido a bolsa Estação Imagem 2016 Viana do Castelo. Serão ainda projectados os trabalhos vencedores do World Press Photo 2017 (iniciativa que contará com a presença do director deste concurso, Lars Boering) e a exposição Exile/Exílio (Magnum Photos by Canon).