Género e identidade para ver e debater com Almodóvar, Fassbinder ou Lubitsch

No Espaço Nimas, em Lisboa, a partir desta quarta-feira e até 19 de Julho.

Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR

Problematizar, com um filme e uma conversa, o género e a identidade – ou com 12 filmes e 12 conversas – é a proposta da Leopardo e da Medeia Filmes e do Instituto de História de Arte da Universidade Nova a partir de dia 15 e até ao mês de Julho. O ciclo de cinema Género e Identidade junta no Nimas, de duas em duas semanas, críticos e académicos com o público para ver Almodóvar, Fassbinder, Lubitsch, Ozon ou Barbara Loden, entre outros filmes.

O ciclo começa então a 15 de Fevereiro e prolonga-se até 19 de Julho no Espaço Nimas, em Lisboa, com eventos que começam às 19h e que se prolongam, após os filmes, com conversas com alguns dos organizadores e seus convidados. As obras escolhidas “funcionam como exemplos transgressores em relação aos códigos e costumes dominantes nas suas épocas”, lê-se no comunicado que apresenta a mostra, que por seu turno se divide em quatro grandes temas – (Re)definições do feminino, Subjugação e violência, Women power e Queer & Transgénero. Política, norma, identidade e tabus cruzam-se no ciclo que tem como curadores Bruno Marques, Luís Mendonça, Mariana Gaspar e Sabrina D. Marques.

O filme inaugural é A academia das musas, de José Luis Guerin, com conversa subsequente com o co-fundador do site sobre cinema À pala de Walsh Luís Mendonça a moderar uma conversa entre as autoras e investigadoras Clara Rowland e Elisabete Marques.

Segue-se a 1 de Março Asas, de Larisa Shepitko e dia 15 Minha mãe, de Christophe Honoré. Segue-se, já sob o signo da Subjugação e Violência, Wanda, de Barbara Loden, a 29 de Março, O círculo de Jafar Panahi dia 12 de Abril e Martha, de Rainer Werner Fassbinder dia 26 do mesmo mês. Em Women Power, O diabo é uma mulher segundo Josef von Sternberg (10 de Maio), há Uma mulher para dois pela mão de Ernst Lubitsch (dia 24) e Mikio Naruse observa Quando uma mulher sobe as escadas (7 de Junho). A secção Queer & Transgénero questiona Tudo sobre a minha mãe (21 de Junho), de Pedro Almodóvar, Felizes juntos de Wong Kar-Wai (5 de Julho) e recebe Uma nova amiga de François Ozon para encerrar o ciclo a 19 de Julho.