Rui Moreira queixa-se do silêncio do Turismo de Portugal e o Facebook revolta-se

A página do Turismo de Portugal recebeu uma onda de avaliações negativas depois de um post do Presidente da Câmara do Porto no Facebook, onde considera que esta entidade ignorou "o feito de uma cidade que é o feito de um país".

Foto
Rui Moreira acusa o Turismo de Portugal de não ter apoiado a candidatura do Porto Martin Henrik

O Porto foi eleito esta sexta-feira, pela terceira vez, o melhor destino europeu do ano. "Nunca a escolha de uma cidade vencedora foi tão unânime", lê-se no site da competição promovida pela European Consumers Choice. Enquanto o país vibrava, contudo, o Turismo de Portugal (TP) não fez qualquer referência à distinção da Invicta.

O Presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, lançou-se ao ataque na sua página do Facebook. “O Turismo de Portugal não se empenhou na campanha para Melhor Destino Europeu pelo Porto, ao contrário do que fez há dois anos por Lisboa (que perdeu). Talvez por isso agora ignore o feito de uma cidade que é o feito de um país.”

No seu perfil pessoal, acrescentou ainda: “O turismo de Lisboa (desculpem... de Portugal) não só nada fez como nem sequer reconhece o que sucedeu ontem. A par da TAP, deveria ser fundido com a Carris”.

Feita a reclamação do autarca - que conta com mais de 2,5 mil "gostos" -, não tardaram a chegar queixas à página do Turismo de Portugal, que começou a receber uma série de comentários negativos e avaliações baixas. A página, que há poucos dias contava com uma classificação média de 4,6 estrelas, teve a sua avaliação reduzida para 3,2 estrelas até o fim da tarde deste sábado.

O gabinete de comunicação da Câmara Municipal do Porto classifica os comentários de Rui Moreira como “um desabafo público”, mas ainda assim em linha com as críticas que tem feito publicamente à falta de apoio por parte das instituições sediadas na capital. “Quando Lisboa concorreu, o Turismo de Portugal fez cinco acções [de promoção], este ano, fez zero. A única coisa que fez foi colocar um post no Facebook deles”, disse o autarca em declarações ao PÚBLICO na sexta-feira.

Quanto à resposta dos utilizadores, em declarações ao PÚBLICO, a assessoria da CMP considera normal a reacção das pessoas nas redes sociais, apesar de não ter previsto uma repercussão tão grande.

Além do Facebook, o Turismo de Portugal também não fez qualquer menção à distinção do Porto no seu site Visit Portugal nem na página dedicada ao Porto e à região Norte de Portugal. A única referência oficial é uma nota de imprensa, publicada por volta das 16h desta sexta-feira. “A escolha de uma cidade vencedora, por viajantes de todas as partes do mundo, nunca fora tão unânime. O Porto foi eleito pela terceira vez (2012, 2014, 2017) o melhor destino europeu a visitar em 2017”, lê-se no curto comunicado.