Baixas temperaturas congelam água e rebentam condutas de abastecimento no Ribatejo

“As rupturas e avarias aconteceram com maior incidência nas zonas rurais”, diz a Águas do Ribatejo.

Foto
LUIS EFIGENIo

As baixas temperaturas que se têm feito sentir estão, também, a causar problemas no abastecimento de água. A empresa intermunicipal Águas do Ribatejo, que serve sete municípios e cerca de 150 mil habitantes do distrito de Santarém, revelou, esta sexta-feira, que em 24 horas registou mais de 150 avarias e rupturas graves na rede de distribuição, motivadas em muitos casos pelas “temperaturas negativas e anormais para a região com formação de gelo nas condutas”.

De acordo com a empresa, que tem sede em Salvaterra de Magos, estes incidentes obrigaram a suspender o abastecimento e provocaram constrangimentos a dezenas de clientes. “As rupturas e avarias aconteceram com maior incidência nas zonas rurais”, acrescenta a Águas do Ribatejo, constatando que este tipo de problemas repetiram-se em todos os sete municípios da sua área de intervenção - Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche, Salvaterra de Magos e Torres Novas.

“Dezenas de contadores que estavam a céu aberto ficaram destruídos na sequência do fenómeno e estão a ser substituídos gradualmente. Há registo de rupturas graves em vários locais, sendo a mais complicada na localidade de Glória do Ribatejo (concelho de Salvaterra)”, sublinha a Águas do Ribatejo. “As equipas dos piquetes e das reparações foram reforçadas e foram recrutadas empresas especializadas logo que se avaliou a dimensão do fenómeno. As equipas estão a proceder à reparação nos moldes possíveis dadas as contingências. Prevemos repor a normalidade com a maior celeridade”, promete a empresa ribatejana.