Direito de Resposta

“Dois terços das escolas que mais inflacionam notas são privadas”

No breve contacto telefónico estabelecido, informei que a avaliação interna contempla outros parâmetros que não são avaliados através dos exames, nomeadamente, responsabilidade, empenho, sociabilidade e oralidade, o que pode levar um aluno, por exemplo, com média de testes de dez a obter uma classificação de 12 valores.

Por outro lado, foi dada a informação de que, sendo a escolaridade obrigatória de 12 anos, é necessário que o Ministério da Educação repense a situação dos alunos que não pretendem ingressar no ensino superior e são submetidos a exame, com o mesmo peso dos demais. Pois estes alunos também têm o direito de concluir com sucesso o seu percurso formativo.

Em nome de uma instituição com mais de 40 anos, que sempre desempenhou com rigor e exigência os princípios da Escola Pública, parece-me urgente corrigir a informação dada pelo Exmo. Sr. Jornalista que escreve que “a responsável admite que a escola facilita por vezes a vida a alguns alunos”.

O Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Laranjeira é uma escola inclusiva que pretende levar todos ao sucesso, e em nenhum momento foi dita tal afirmação.

Ana Gabriela Soares da Costa Moreira
Directora do Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Laranjeira

N.D.: A expressão “facilita” não foi atribuída directamente à directora nem deve ser confundida com facilitismo. O seu uso resulta apenas da conclusão do jornalista face às afirmações recolhidas.