Unsplash
Foto
Unsplash

Afinal, comer laranja à noite ajuda a adormecer

O 3.º Congresso Europeu de Nutrição Funcional reúne-se este sábado no Centro de Congressos de Lisboa para discutir conceitos alimentares

A laranja à noite afinal ajuda a adormecer, os cereais são desnecessários numa alimentação saudável e os antioxidantes são prejudiciais para os desportistas, revelam especialistas em nutrição que no sábado se reúnem em Lisboa para desmistificar conceitos alimentares errados.

O 3.º Congresso Europeu de Nutrição Funcional vai reunir os "maiores especialistas do mundo em nutrição funcional" para partilhar conhecimentos e alertar para cruciais questões de saúde.

A "nutrição funcional" - considerada a nutrição do século XXI - foca-se na detecção e correcção dos desequilíbrios nutricionais de cada pessoa, vendo-a como única, mas tendo em conta que o seu organismo é um todo, consistindo numa abordagem preventiva e de tratamento de problemas crónicos de saúde através da detecção e correcção de desequilíbrios bioquímicos que geram as próprias doenças, explicou à Lusa o investigador português Pedro Bastos, responsável pela organização do congresso.

Em debate vão estar vários temas alimentares, destacando-se alguns que contrariam ideias enraizadas na sociedade, como é o caso do painel subordinado ao tema "afinal devemos comer laranja ao deitar, entre outros alimentos amigos do sono" que deita por terra o provérbio "laranja de manhã é ouro, à tarde é prata e à noite mata".

Pedro Bastos explica que, resultando de observações casuais e de informações transmitidas de forma oral, os provérbios populares não foram sujeitos a análise rigorosa e científica, o que resulta por vezes em incorrecções, como será o caso deste.

Lê o artigo completo no Público

Sugerir correcção