Foto

Lisboa mais inclusiva com semáforos especiais

Os cidadãos com necessidades especiais ou até os turistas que diariamente circulam por Lisboa já podem atravessar as ruas da cidade com maior segurança e certeza do percurso a seguir

Foram instalados botões especiais em semáforos localizados em três cruzamentos de Lisboa. Este equipamento pode ser utilizado por qualquer pessoa, facilitando especialmente a deslocação de indivíduos com deficiência física ou visual.

Num país que regista anualmente um número significativo de acidentes por atropelamento, principalmente nas cidades, são vários os casos em que esta ferramenta pode ter impacto na circulação dos cidadãos. Estes semáforos possuem agora um botão vibratório que indica a direcção de atravessamento em relevo e o layout da via a atravessar na parte lateral, permitindo que os peões atravessem as várias ruas em maior segurança.

Segundo a Green Savers, a nova tecnologia da Siemens permite ainda que um indivíduo que “tenha má articulação nos dedos ou alguma deficiência nas mãos” possa "usar estes equipamentos porque têm uma superfície ampla, através da qual se faz a activação da botoneira”. Se um peão for cego também poderá atravessar a estrada sem dificuldade, porque em cada fase do semáforo é emitido um som, quer esteja vermelho ou verde.

As botoneiras instaladas têm também cores de alto contraste e um sinal luminoso de reconhecimento do pedido feito pelo transeunte que facilita a visualização por pessoas com dificuldades, como é o caso, por exemplo, dos cidadãos mais idosos. A pensar também nos turistas, ou naqueles que não moram em Lisboa, os novos semáforos são uma forma de obter informações sobre o nome da rua que a pessoa vai atravessar. Basta activar o botão para o visitante saber que direcção deve seguir.

Para já as novas botoneiras foram instaladas na Rua Alexandre Herculano, na Rua Castilho, na Rua Mouzinho da Silveira e na Rua Rodrigo da Fonseca, constituindo um protótipo em fase de avaliação pelos técnicos do município e pela população. No futuro, prevê-se o alargamento destas funcionalidades a mais locais de Lisboa.

A manutenção da infra-estrutura semafórica de Lisboa está a cargo da Siemens Portugal que, com este novo mecanismo, aposta numa cidade mais inclusiva e acessível a todos.