Manifesto/ DR
Foto
Manifesto/ DR

Mercado de Matosinhos: este café é para quem gosta de viajar

Viajar devagar: o lema já merecia um Manifesto. A partir deste sábado, Matosinhos passa a acolher um café das viagens com dedo da Nomad

Abre este sábado, 10 de Setembro, em Matosinhos, num dos espaços mais nobres do Mercado Municipal que, para além de vender peixe e hortofrutícolas, também tem sido palco de iniciativas ligadas ao design, uma homenagem à narrativa lenta e ao acto de viajar devagar.

O Manifesto, assim se chama o espaço de 300 metros quadrados, e que é um verdadeiro três-em-um, vem assumir essa homenagem, e convidar todos a entrar.

Seja para apreciar uma exposição fotográfica (há um espaço de galeria, que terá quatro exposições pro ano, dedicadas à fotografia documental), para sorver um café de preparação lenta e de sabor ainda mais duradouro (há um "drip coffee stand" que, para os menos entendidos em café, deve explicar-se que se trata de café de filtro, servido na hora e que pode ser confeccionado através de três métodos) ou para folhear revistas dedicadas às viagens, ao design, à arquitectura e ao urbanismo (há um quiosque para venda de publicações independentes, que serve o propósito de ajudar a dinamizar uma comunidade de gente criativa).

PÚBLICO -
Foto
Manifesto/ DR

Tiago Costa, fundador da Nomad, a agência de viagens que aparece ligada à associação cultural sem fins lucrativos que vai gerir o Manifesto, sublinha que a intenção foi, numa época em que domina o online e há uma sobrecarga de estímulos, criar um espaço físico onde as pessoas possam estar, viajar, conversar. Devagar, claro. O Manifesto estará aberto de terça a sábado e terá uma agenda de eventos. Mais informações aqui.

PÚBLICO -
Foto
Manifesto/ DR
Sugerir correcção