janeb13/Pixabay
Foto
janeb13/Pixabay

Estão abertas candidaturas para estágios do PEJENE

As candidaturas aos estágios do PEJENE, destinados aos estudantes do Ensino Superior, abriram esta terça-feira. O Porto é o distrito com maior oferta

A Fundação da Juventude (FJ) abriu esta terça-feira, 12 de Abril, as candidaturas para a 24.ª edição do Programa de Estágios de Jovens Estudantes do Ensino Superior nas Empresas (PEJENE), em parceria com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) e ainda com a Tranquilidade. O programa, de âmbito nacional, pretende oferecer oportunidades em todas as áreas académicas e é destinado a jovens que estejam a frequentar o penúltimo ou último anos do ensino superior (licenciatura, mestrado de Bolonha, mestrado integrado), em estabelecimentos de ensino públicos, privados e/ou cooperativos.

Os estágios não são remunerados mas contam com a garantia de subsídio de alimentação, subsídio de transporte e um seguro de acidentes pessoais durante os dois a três meses de duração, entre Julho e Setembro. Ricardo Carvalho, presidente executivo da Fundação da Juventude, considera que estes são estágios “diferentes” e que o objectivo é “que os jovens melhorem as suas competências sociais e técnicas”. “É o único programa em Portugal do género”, frisa.

A primeira fase da edição de 2016 recolheu candidaturas de empresas e outras entidades interessadas em receber estagiários e terminou a 8 de Abril. Os universitários podem agora concorrer através de um formulário online a um máximo de quatro vagas de estágio, estando a seleccção a cargo das empresas. “Quando as empresas recebem quatro currículos para uma vaga, esta fecha. A empresa avalia esses candidatos e, depois, ou selecciona desses candidatos ou, caso estes não preencham os requisitos, as vagas voltam a estar abertas”, continua Ricardo Carvalho. Não existe, por isso, um prazo final de candidatura.

A nível nacional, a edição deste ano conta com 975 vagas em 693 entidades de acolhimento. Os distritos com maior oferta são o Porto (190), Lisboa (188), Aveiro (107) e Leiria (88). Já as áreas com mais vagas disponíveis são o marketing (62), administrativa (52) e a animação sociocultural (47). Em 2015, a oferta contemplava 911 vagas e ficaram 461 por preencher. Apesar do enfoque dos estágios ser a aprendizagem, o programa apresenta uma taxa de empregabilidade entre "15 e 20%, ou seja, todos os anos há uma série de jovens que ou são contratados para estágios profissionais ou ficam com contrato de trabalho”.