Pedido de criação de comissão parlamentar para as Políticas do Mar entregue na segunda-feira

Petição reúne já 1800 assinaturas e defende que o Parlamento deve incluir o mar na sua agenda política e económica.

Enric Vives-Rubio
Foto
Enric Vives-Rubio

Um grupo de personalidades entrega esta segunda-feira, dia 26, ao presidente da Assembleia da República uma petição a pedir que seja criada uma nova comissão permanente no parlamento: a Comissão para as Políticas do Mar.

Os peticionários, que este domingo eram mais de 1800, defendem que uma comissão parlamentar "será apta, como nenhuma outra estrutura, a articular, na perspectiva de uma comum estratégia do mar, as políticas que se exercem em sectores longamente estruturados, como a Marinha, pescas e transportes marítimos, e aquelas que se projectam em dezenas de outras áreas".

Do grupo de personalidades fazem parte o ex-deputado do CDS-PP Ribeiro e Castro, o presidente da Academia da Marinha e ex-chefe do Estado-Maior da Armada, almirante Nuno Vieira Matias, o presidente do Fórum Oceano - Associação da Economia do Mar, o presidente da Confraria Marítima de Portugal, almirante Henrique da Fonseca, e Joaquim Saltão, da Confraria Marítima.

Os peticionários lembram que, apesar de o mar ser "um dos principais recursos naturais de Portugal", o país deixou-o "fora da sua agenda política e económica, não o inserindo no rol das prioridades nacionais". "Estamos crescentemente diante de um novo paradigma nas atitudes perante o mar, reconhecendo-o não só como uma questão de tradição, mas também imperativo de modernidade; não só como traço essencial da nossa identidade, mas como nova e vasta oportunidade para o nosso futuro colectivo", referem.

Defendem que "importa mobilizar o Estado, ao seu mais alto nível, a partir do Parlamento, onde se representa toda a República e toda a cidadania, para este grande desafio nacional". A entrega da petição ao novo presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, está marcada para as 17h00.