Miley Cyrus e os Flaming Lips, um concerto, tudo nu

Wayne Coyne anunciou na sua conta de Instagram que, depois da edição de um álbum com Miley Cyrus, os Flaming Lips e a cantora preparam um concerto especial para gravar um vídeo para canção Milky milk: músicos e público estarão despidos

Em 2013 muito se falou de novas e imaginativas formas de activar a curiosidade do público, a propósito de Daft Punk, Kanye West ou Arcade Fire, mas em termos de falatório Miley Cyrus bateu-os a todos
Foto
Depois do álbum editado em Setembro com os Flaming Lips, chegarão os concertos (e um deles será especial) Lucas Jackson/Reuters

Se já tinha sido uma surpresa a colaboração entre Miley Cyrus, estrela pop com atracção pela controvérsia e prazer no questionamento da moralidade, e os Flaming Lips, muito adorados e tresloucados heróis indie, de que resultou o álbum Miley Cyrus & Her Dead Petz, editado em Setembro, nova surpresa se anuncia depois da sua edição.

Wayne Coyne, vocalista da banda de Soft Bulletin, anunciou através da sua conta de Instagram que o seu grupo se juntará em palco à cantora. Nada de surpreendente, certo? Acontece que o concerto, reunindo a extravagância cénica habitual nos Flaming Lips à libertinagem que é imagem de marca de Cyrus, será como que remake surrealista das imagens de hippies nus passeando pelos campos de Woodstock. Com uma diferença: os músicos em palco, tal como o público, estarão nus igualmente, algo que, de certa forma, não é novidade (vimos Miley nua no vídeo de Wrecking ball, vimos Wayne Coyne, e dezenas de outras pessoas, como veio ao mundo no de Watching the planets). Duas diferenças: banda e Cyrus estarão nus enquanto leite é “derramado por todo o lado”, escreveu Wayne Coyne (“bem, uma coisa branca que parece leite”, corrigiu).

A ideia foi de Miley Cyrus e o concerto será usado para o registo do vídeo de Milky Milk, uma das canções de Miley Cyrus & Her Dead Petz, álbum que teve como primeiro single Dooo it!. Ainda que não tenha sido anunciada data ou local para a actuação conjunta, sabe-se que os Flaming Lips e Miley Cyrus partirão em digressão em Novembro para tocar em seis cidades americanas.