Caminhos do Cinema Português
Foto
Caminhos do Cinema Português

Este festival continua a construir o “caminho” do cinema português

O festival Caminhos está de volta a Coimbra entre os dias 27 de Novembro e 5 de Dezembro. O único evento exclusivamente dedicado ao cinema português vai premiar vários artistas amadores e profissionais

Esta é a 21ª edição dos Caminhos do Cinema Português que já está desde 1988 a divulgar o que melhor se faz no cinema a nível nacional. Entre os dias 27 de Novembro e 5 de Dezembro, serão exibidas várias obras cinematográficas, desde do cinema de escola ao profissional.

O festival é muito mais que uma mostra de cinema, é um espaço de partilha e discussão onde os melhores artistas são premiados. “Associado a esta paixão pelo melhor do cinema nacional, surgiu a óbvia necessidade de reconhecimento e congratulação dos nossos artistas. Há, sem qualquer dúvida, uma linguagem cinematográfica portuguesa que merece ser registada e premiada”, afirma Vitor Ferreira, o director do festival.

O objectivo é divulgar filmes de produção ou co-produção nacional, dando destaque aos projectos realizados em contexto de formação académica, técnica e profissional. Todos os participantes poderão concorrer aos prémios que serão distribuídos, distinguindo as melhores obras das diversas temáticas e categorias.

“Desejamos também, e acima de tudo, mostrar que o cinema português é mais que um conjunto de lugares-comuns e ideias pré-concebidas que reinam na mente de parte dos portugueses. Queremos divulgar o melhor que é feito pelos nossos artistas e levar muitos espectadores a contemplar a grande tela, despertando-lhes o gosto pelo cinema nacional e, quem sabe, a fazer cinema”, revela ao P3 Vitor Ferreira.

Neste evento realizado em Coimbra, no Teatro Académico de Gil Vicente e no Conservatório de Música, promove-se o contacto directo com o público, “que todos os anos cresce”, revela a organização. Os Caminhos têm como finalidade reforçar o acesso à cultura cinematográfica portuguesa e torná-la mais democrática a todos os públicos. Para além disto, o evento tem vindo a fortalecer a comunidade e identidade de Coimbra, colocando-a cada vez mais no mapa como referência cultural.

O festival é idealizado por amantes e profissionais do mundo cinematográfico que acreditam que no cinema português não há só um “caminho”, desta forma pretendem explorar todos esses trilhos: cinema de autor, cinema comercial, cinema para crianças e a vídeo arte, passando pela animação, documentários, da curta-metragem até à longa-metragem.

Os “Caminhos Juniores”, sessões Especiais para as Escolas do distrito de Coimbra, têm sido uma aposta bem-sucedida, dando a oportunidade aos mais novos de entrar numa sala de cinema, despertar a sua atenção e a dos educadores para os filmes de animação portugueses.

O grande destaque deste ano é a segunda edição do Simpósio Internacional Fusões no Cinema, em parceria com a Universidade Aberta que irá decorrer nos dias 3, 4 e 5 de Dezembro. “Docentes, investigadores, oradores convidados, especialistas e artistas de diferentes áreas analisam as actuais práticas artísticas e educativas, os novos papéis dos diferentes agentes envolvidos na dinâmica criativa e operativa da arte, da educação e da cultura hoje”, explica o director dos Caminhos.

O preço para cada sessão é de 4€ e o passe para todos os dias do evento é de 20€. Já para os estudantes, desempregados e sócios do cineclube parceiro na organização, a entrada diária é de 3€ e o passe para todas as sessões do festival é de 15€.