Vodafone Paredes de Coura esgota pela primeira vez na sua história

Já não existem bilhetes gerais, apenas diários.

O quarto dia do Vodafone Paredes de Coura só teve festa generalizada ao final da noiteOs Echo & The Bunnymen deram um concerto tépido O punk dos Iceage, no palco Vodafone FM, foi seguido com entusiasmo pelo público
Foto
O festival na sua 23ª edição arranca na próxima quarta-feira Paulo Pimenta

Já não há passes gerais para a edição deste ano do Vodafone Paredes de Coura, que arranca a 19 de Agosto com os norte-americanos Tv On The Radio como cabeças de cartaz. É a primeira vez na história do festival minhoto que isto acontece.

A dias de começar, o inesperado para um festival como o Vodafone Paredes de Coura (que nunca antes tinha esgotado) acontece. Já não há passes de quatro dias à venda e agora quem quiser ir ao festival só o pode fazer comprando bilhetes diários (nos locais habituais e nas bilheteiras do recinto que abrem nesta sexta-feira). O preço dos bilhetes é de 45 euros.

É a primeira vez, em 22 anos, que o festival suspende a venda de passes gerais. O bilhete que dá acesso a todos os dias de concertos nunca tinha esgotado, embora já tenha havido alguns dias esgotados.
No ano passado, por exemplo, o último dia do Vodafone Paredes de Coura esgotou (28 mil pessoas) – no total estiveram nas margens do rio Coura em 2014 cem mil espectadores.

Desde que na última terça-feira a organização do festival anunciou no Facebook que os últimos dois mil bilhetes estavam à venda que a corrida às bilheteiras aumentou, com o site do Vodafone Paredes de Coura algumas vezes em baixo.

Oficialmente, o festival na sua 23ª edição arranca na próxima quarta-feira, dia 19, mas no domingo, dia 16, iniciam-se as festividades na vila com The Wild Booze, Toulose e um DJ set de Electric Shoes. Nos dias seguintes continuam os concertos com os Happy Mess ou a Escola do Rock, projecto com miúdos do concelho, e DJ sets com nomes como Zé Pedro (Xutos e Pontapés), Branko (Buraka Som Sistema).

Na quarta-feira, prolongando-se até sábado, o festival chega então à Praia Fluvial do Tabuão com nomes como Slowdive, Tame Impala, Temples, Iceage, Father John Misty, War on Drugs, Lykke Li ou Ratatat.