Mick Jagger e Martin Scorsese rock'n'rollam

Vinyl, um rock’n’roll drama em nove episódios, está a ser produzido pelos dois para estreia na HBO em 2016.

Foto
Scorsese e Jagger tinham trabalhado juntos em Shine a Light, o documentário em que o realizador filmou a performance dos Rolling Stones, em 2006, no Beacon Theatre

Os anos 70, o sexo e as drogas e o rock'n'roll, quando o punk e o disco faziam figura de novos bárbaros e estavam a chegar - eis o background de uma nova série televisiva que vai ser produzida por Martin Scorsese e Mick Jagger, dos Rolling Stones, para estreia na HBO em 2016, segundo o jornal britânico Guardian

Vinyl, que é então um rock’n’roll drama em nove episódios, contará o mundo, esse mundo, através dos olhos de Richie Finestra (Bobby Cannavale), um executivo de uma editora discrográfica, a American Century Records, que, num cenário em mutação, procura encontrar o novo som - a vida com a mulher, uma actriz-modelo (Olivia Wilde), vai ser abalada pelas tensões profissionais. James Jagger, filho de Mick, interpretará Kip Stevens, o vocalista de uma banda punk que desponta, os Nasty Bits.

Já no início deste ano Scorsese, para efeitos da nova série, fez da loja da Rough Trade em Brooklyn a montra de uma cadeia americana de música dos anos 1970, a Sam Goody, e um bloco da 9th Street de Nova Iorque foi decorada com carros vintage, cabines telefónicas e bancas de jornais de época. 

Segundo o Guardian, a série tem origem em 2010, numa ideia de Mick Jagger para um filme que contaria a história de dois amigos ao longo de quatro décadas no negócio da música, do R&B dos anos 60 ao hip hop actual. 

O argumento está a cargo de Terence Winter, o homem de Os Sopranos e que trabalhou com Scorsese em Boardwalk Empire e no Lobo de Wall Street, e de George Mastras (Breaking Bad).

Scorsese e Jagger tinham trabalhado juntos antes em Shine a Light, o documentário em que o realizador filmou a performance dos Rolling Stones, em 2006, no Beacon Theatre, tournée A Bigger Bang.