Com esta mochila já podes viajar com a máquina de lavar às costas

Australiano idealizou uma mochila versátil que permite lavar a roupa no seu interior. O segundo modelo, "Scrubba Wash Pack", já é um sucesso no Indiegogo

O drama de enfiar meio armário de roupa numa pequena mala pode ter os dias contados. A mochila Scrubba, uma invenção de Ashley Newland, é a resposta aos sonhos de qualquer "backpacker". Afinal, não é todos os dias que se pode carregar uma máquina de lavar às costas.

Expliquemos. Conta-nos o "Jornalíssimo" que o australiano estava a planear uma subida ao Kilimanjaro quando se deparou com a dor de cabeça de fazer as malas para uma viagem longa. E, claro, foi confrontado com o eterno dilema de qualquer viajante — quanto mais roupa se levar, mais peso se terá de carregar às costas. Foi assim que idealizou uma mochila que permite lavar a roupa no seu interior, com pouca água e sem electricidade. E assim proporcionar a qualquer um viajar de uma forma leve e higiénica, sem grandes truques de magia.

Em 2012, nascia então a primeira Scrubba, a "máquina de lavar mais pequena do mundo", que custa cerca de 55 dólares (cerca de 50 euros). Na altura foi um autêntico sucesso na plataforma Indiegogo, atraindo os mais diversos viajantes e não-viajantes. Entretanto, Newland decidiu desenvolver ainda mais o conceito e apresenta agora um novo produto a "crowdfunding", a "Scrubba Wash Pack", cujo objectivo de financiamento já foi ultrapassado.

PÚBLICO -
Foto

O conceito é o mesmo, mas aparência (e não só) está diferente. Trata-se de uma "mochila ultra-funcional" que pesa cerca de 300 gramas, equipada com uma plataforma de lavagem interna flexível, que garante, numa questão de minutos, uma qualidade de limpeza equivalente às das máquinas que temos em casa. Basta adicionar água e detergente à roupa colocada no interior no saco, retirar o ar, esfregar a roupa durante 30 segundos, retirar a água suja e passar tudo por água fresca e pôr a secar. O saco, que é impermeável, pode ser usado às costas ou a tiracolo e inclui uma mala de cinta. As alças são ajustáveis e têm bolsos incorporados para colocar, por exemplo, os cartões de crédito.

PÚBLICO -
Foto

Algumas recompensas já esgotaram, por isso já não é possível adquirir a mochila por menos de 89 dólares (80 euros), sendo que algumas modalidades de financiamento incluem uma toalha e cordas para secar a roupa. Deverá chegar à casa dos "mecenas" em Outubro. Atenção que só faltam poucos dias para a campanha de "crowdfunding" terminar.

Sugerir correcção